25 de mar de 2015

Risoto de charque com jerimum - pronto em 5 minutos!


Desde que aprendi a fazer risoto na panela de pressão, minha vida mudou! Que me desculpem os puristas, mas praticidade é fundamental. Tinha uma charque (ou carne seca) em casa e um pedaço de jerimum (ou abóbora), olhei pro arroz arbóreo e plim: risoto salvando o almoço de sábado em 5 minutos. Quer dizer, são 5 minutos na panela de pressão, mas antes você vai ter que pré-preparar a charque, mas é super simples. Para duas pessoas, você vai precisar de:
  • 1 xícara de arroz arbóreo
  • 1 xícara de charque cozida e desfiada
  • 3 xícaras de caldo de charque
  • 1 xícara de jerimum cozido e amassado grosseiramente com o garfo
  • 1/2 xícara de queijo coalho ralado
  • 1/2 cebola picada 
  • 2 colheres de sopa de manteiga de garrafa
  • Azeite para refogar e finalizar
  • Salsinha a gosto
Para preparar a charque e o caldo: Corte a charque em cubos grandes e leve ao fogo na panela de pressão com água. Quando começar a fazer o barulhinho, apague, retire a pressão e troque a água. Você vai fazer isso por 3 vezes. Na última vez que for levar a panela ao fogo, adicione à água 1 folha de louro e 1 talo de alho poró ou 1/2 cebola e 1 dente de alho. Tampe e leve ao fogo, desta vez para cozinhar a charque por aproximadamente 20 minutos ou até que ela esteja macia. Retire a carne com cuidado da panela e leve ao processador ou liquidificador no modo pulsar apenas algumas vezes até ela ficar desfiadinha. Não descarte o caldo da panela: passe por 1 peneira e reserve 3 xícaras de caldo para preparar o seu risoto.
  1. Refogue a cebola picada no azeite na panela de pressão até ficar transparente
  2. Adicione o arroz arbóreo e o caldo de charque, tampe e aguarde começar a pressão
  3. Conte cinco minutos, apague o fogo e retire a pressão com cuidado
  4. Adicione o jerimum cozido, a charque, a salsinha picada, o queijo coalho ralado e finalize com a manteiga de garrafa
Eu não coloquei sal pois o sal do caldo da charque foi suficiente para temperar o risoto. Mas se for necessário, acerte no final. Eu sempre dessalgo, cozinho e desfio a charque em grande quantidade, depois congelo em saquinhos. Assim quando preciso já está super adiantado.


Precisar não precisa não, mas fica um charme servir assim né?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails