12 de fev de 2014

Salmão na crosta de gergelim


Quer fazer um glam? Aposte num peixe na crosta! Eu gosto muito de salmão (apesar de todas as últimas notícias contra :~) e de vez em quando me dou de presente porque né, eita ingredientezinho caro! Mas a versão com atum também é bastante conhecida, e com qualquer outro peixe fica uma delícia...
  • Filés altos de salmão
  • 1/2 xícara de gergelim 
  • 1/2 xícara de gergelim preto
  • Azeite
  • Sal e pimenta para temperar
  1. Misture os dois tipos de gergelim e coloque em um prato fundo
  2. Tempere o salmão com sal e pimenta a gosto
  3. Pincele azeite na parte superior e inferior do filé
  4. Aqueça uma frigideira com um pouco de azeite
  5. Quando estiver bem quente (deixe no fogo alto) deite os filés na mistura de gergelim dos dois lados e coloque na frigideira (um por um)
  6. Doure dos dois lados e sirva a seguir
Eu gosto do salmão cru mesmo, então uso o fogo bem alto apenas para selar e deixar a crosta dourada. Caso você queira bem passado, tampe a frigideira ou use um fogo mais brando.



Comida colorida, melhor comida, né não?! =)

9 comentários:

  1. Nossa amo suas receitas, e essa especialmente estou doida para fazer, apenas não tive tempo de procurar um bom lombo de salmão, mas acho que vi exatamente a mesma receita no foxlife Homens na cozinha, vc já viu? Recomendo muito eles fazem cada receita DIVINA! Bjs continua sempre trazendo pratos maravilhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem tenho tv a cabo, Flavia =( Mas já ouvi falar muito bem do programa =) Bjusss

      Excluir
  2. AMO atum feito dessa maneira, e tem q ser assim, bem cru por dentro. Prefiro atum do q salmão para comer meio cru, acho o sabor dele mara. Morrendo de vontade de fazer salmão assim atum assim aiai q fome.

    Beijos
    Jéssica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e eu na próxima tentarei com atum =)

      Excluir
  3. meu deus que delicia amei a receita !!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju, vc usa o peixe que vende em supermercado mesmo? resfriado ou congelado? dá para confiar e comer meio cru nesses casos? bjs! Karla Dani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mais seguro comprar congelado Karla! O de supermercado mesmo =)

      Excluir
  5. Juliana, boa tarde! A um bom tempo acompanho seu blog e suas receitinhas, que eu adoro! Amei a receita do salmão e a estamos fazendo agora... Hehehehehehe
    Só gostaria de fazer um adendo em relação à reportagem que mencionaste no post: cuidado com o que se lê por aí. Sou bióloga, com mestrado e doutoranda em Aquicultura, que nada mais é do que o cultivo de organismos aquáticos... Pelo que eu li da matéria e das referências usadas pela autora, bem se vê que a mesma, além de ser leiga no assunto, não buscou referências na área aquícola. O que ela escreveu é muito parecido com as "lendas urbanas" que circulam a mídia a respeito da carne de frango: que tem hormônio e coisas do tipo. A Anvisa não permite o uso de hormônio em qualquer tipo de animal destinado a abate. Em relação ao salmão, o que se usa para tornar a carne do peixe na sua cor característica são pigmentos sintéticos correspondentes ao que o mesmo absorveria na natureza. A carne do peixe, tanto o de cativeiro quanto o selvagem, é decorrente da dieta consumida pelo mesmo.
    Quanto a dar preferência pelo peixe selvagem, nada mais na contramão ambiental. É mais do que sabido que os estoques aturais não dão mais conta da demanda humana. Além do mais, as práticas pesqueiras não afetam só os estoques do salmão propriamente dito, mas também todo o equilíbrio do ambiente aquático por conta das técnicas que são utilizadas. Quando um barco de pesca sai, não é só salmão que ele leva, mas também outros organismos que, por não serem de interesse do mercado, acabam sendo descartados no ambiente provocando poluição ambiental. Ademais, quando se consome um animal vindo da natureza não se tem a menor garantia das condições sanitárias do mesmo. Ele pode ser veículo de patógenos e toxinas a depender do local e condições de captura. E, por fim, no que diz respeito ao bem estar animal, concordo que existe muito pouco sendo feito, mas a forma de abate em cativeiro é menos perversa do que a utilizada na pesca. Os peixes capturados na pesca em geral são mantidos por horas a fio amontoados em caixotes, onde acabam morrendo asfixiados por não conseguirem capturar o oxigênio atmosférico. Sanitariamente e nutricionalmente falando. é muito mais seguro consumir peixe de cativeiro, uma vez que as condições em que os mesmos são cultivadas são controladas e as rações, balanceadas. Em alguns restaurantes do mundo, é possível inclusive escolher na hora o peixe para ser consumido na refeição em questão.

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails