30 de out de 2013

Naked Cake de aniversário


Enquanto a GVT samba na cara dos clientes que pagam caro por um serviço que não funciona, o blog fica aqui às moscas. Mas viva a 3G né gente! E do celular mesmo vim mostrar o bolo que fiz para o nosso aniversário - meu e do marido, que completa anos dois dias antes de mim. Como nós somos viciados em pasta de amendoim, foi bem simples agradar gregos e troianos sem trabalho nenhum: naked cake :)

Fiz um pequenininho porque seria só pra gente daí o estrago era menor. Veja bem:

Bati na mão mesmo 3 ovos, 1/2 xícara de cacau em pó, 2 xícaras de farinha de trigo, 1 xícara de açúcar mascavo, 1/2 xícara de óleo, 1/2 xícara de leite, 1 colher de sopa de fermento. 

Coloquei a massa em uma fôrma pequenininha (que na verdade é uma panela que pode ir ao forno) de 20 cm untada e polvilhada com achocolatado. Assei em forno pré aquecido a 180 graus até passar no teste do palito. 

Daí é só cortar as camadas e espalhar o recheio/cobertura. Como era uma data especial não economizei na pasta, deu pra perceber né? Usei um pote inteiro desta marca aqui, apenas adocei porque ela é sem açúcar. Finalizei com castanhas picadas e pronto, bolo garantido sem necessitar de grandes habilidades confeiterísticas. 

E para um bolo maior, já sabe: dobra a receita. Olha essa versão de brigadeiro branco com morangos... 


Usei duas caixinhas de morango e fiz o brigadeiro com 3 latas de leite condensado + manteiga, rendeu a quantidade certinha.

Eu curti o bolo pequeninho, achei chique :)

25 de out de 2013

Linguiça Barbecue

Todo mundo na vibe do fim de semana? Se não estiver, é bom ficar agooooora, porque ó, a receita de hoje do Sabores Passo a Passo Tambaú tá que tá!!! Delícia, picante, rapidinha, do jeito que a gente ama. Espero que vocês gostem porque foi feita com muito carinho, viu!



Já pensou em mudar a proposta e servir com uma massa? Acho lyndo =)
E pra quem não tem microondas, não se desespere: dá pra fazer no forno - bem alto, por 10 minutos, mexendo de vez em quando, combinado?

P.S.: Sem querer ser babona, mas já sendo, ficou tão lindo o vídeo, não foi? O pessoal da Happiness se garante muito #muitoamor 

*Este post é um publieditorial

23 de out de 2013

Berinjela Express

Antes de começar a ler o post, faz o seguinte? Acende lá o forno a 180º. Acendeu? Agora sim:

Entendeu agora né, porque eu avisei logo pra acender o forno?! Não tem como não preparar esta delícia, tô viciadinha, quero todo dia! 

21 de out de 2013

Carne moída na panela de arroz


Se você não tem panela de arroz calma: tem receita de carne moída aqui também.
Mas se você tem uma e ainda não ampliou seus horizontes para além do arroz, tá mais do que na hora de colocar sua panelinha para trabalhar. Acredite em mim, nem só de arroz vive sua panela elétrica. Ela é uma suuuuper mão na roda. Eu confesso que nunca pensei em comprar uma, até porque minha cozinha é pequena e já tenho muita tranqueira pra acomodar num espaço ínfimo. Mas como a vida é cheia de surpresas acabei ganhando uma da minha sogra e não larguei mais a Isaura. Depois que a super fofa leitora Priscila me mostrou o que a Bárbara faz de coisa gostosa na panela elétrica então, pronto. Era o que eu precisava pra entender de uma vez que o céu é o limite. Devagarzinho eu vou contando minhas experiências pra vocês, mas bora começar pela carne moída? Bora.
  • 500g de carne moída (usei músculo, mas pode ser patinho)
  • 1 lata de tomates pelados (ou o molho de tomate de sua preferência, mas caso seja um molho muito consistente, acrescente mais 1/2 xícara de água)
  • 2 folhas de louro
  • Sal e pimenta à gosto
  • 1 dente de alho picado

  1. Coloque todos os ingredientes dentro da panela elétrica
  2. Misture bem
  3. Tampe e ligue a panela 

Cabou hahahaha. Na minha panela ficou pronta em 20 minutos, mas é bom ficar de olho na primeira tentativa tá? Depois que você descobrir em quanto tempo fica pronta na sua, aí sim, nas próximas vezes você pode largar sua panela lá trabalhando e colocar o celular pra despertar avisando que tá na hora de desligar. É só dar uma misturada com o garfo depois que a carne fica toda soltinha, gente. 

E ainda tem uma peneirinha que você acopla na parte superior da panela e dá pra cozinhar uns legumes no vapor junto da carne, hummm, fica tudo trocando sabores lá dentro, delícia. E perceberam que não usei nem uma gota de óleo? Pois é =)

E bora começar a semana descomplicando a rotina porque de complicada já basta a vida né?

18 de out de 2013

Casquinha de siri


Há muito tempo tinha vontade de preparar casquinha de siri, sendo que a pessoa só comeu casquinha uma vez na vida e nem lembrava o sabor que tinha. Mas isso é o de menos, eu queria e pronto. Quando bati o olho na bandejinha de carne de siri no supermercado, me agarrei com ela e trouxe pra casa. Catei algumas receitas e, como sempre, fui fazendo meio na intuição. Na verdade é um refogado com leite de coco e dendê que depois vai ao forno pra gratinar com a farofinha por cima. Porque eu sempre achei que era mais complicado do que isso, gente? Casquinha de siri é muito amor!
  • 300g de carne de siri
  • 1/2 cebola picada
  • 1 dente de alho
  • 1 tomate sem semente picado
  • 2 colheres desopa de extrato de tomate
  • 1/2 xícara de leite de coco
  • Salsinha picada à gosto (ou coentro)
  • Azeite de dendê para finalizar
  • 1 xícara de panko ou farinha de rosca
  • 4 colheres de sopa de parmesão ralado
  • Sal e pimenta do reino à gosto

  1. Refogue a cebola com o alho
  2. Junte o tomate e o extrato de tomate e refogue até ficar macio
  3. Acrescente a carne de siri e tempere com sal e pimenta
  4. Junte o leite de coco, misture e tampe a panela, deixe cozinhando em fogo baixinho por 5 minutos
  5. Acerte os temperos se necessário, acrescente um fio de azeite de dendê (ou o quanto você preferir) e a salsinha e desligue o fogo
  6. Depois de misturar até o dendê deixar tudo com aquela cor linda, transfira o refogado para ramequins ou um refratário médio 
  7. Misture o panko ou farinha de rosca com o parmesão e cubra os ramequins
  8. Leve ao forno que já deve estar pré-aquecido no máximo e deixe por lá até a farofinha ficar douradinha

Sabe que eu fiquei pensando que deve ficar uma delícia preparar a mesma receita usando frango desfiado? E quem preferir uma versão mais light, é só tirar o dendê e substituir a farofa de panko por farinha de linhaça dourada (igual tia Mimis ensinou aqui), viu! Leite de coco uma vez na vida não mata não. E se você não tiver casquinhas, ligue não, faça onde der na telha. Porque quem não tem casquinha, caça com ramequim =) 

Bom final de semana!

P.S.: Hoje é aniversário do marido, este santo homem que me aguenta na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, na tpm e na dieta zero carb. Amor, não resisti, tinha que fazer esta homenagem a você e sua mania de contar todas as nossas histórias ao contrário =) Com amor...

16 de out de 2013

Bolo molhadinho de frutas e castanhas


De vez em quando lendo alguns blogs sobre maternidade me deparo com textos tão profundos, reflexivos e bem escritos e me pergunto: como essas mamães conseguem ser tão coesas em meio à música da galinha pintadinha, choro de menino querendo colo, panela de pressão apitando lá na cozinha... Como? Eu gosto bastante de escrever, mas escrevo bem menos do que gostaria pela simples falta de sanidade mental. Às vezes (quase sempre, na verdade) escrevo o post por pura teimosia entre um "mamãe coloca desenho?" e um chorinho avisando que existe uma fralda de xixi incomodando, já que o cansaço foi tanto na noite anterior que eu preferi ir dormir do que tentar encontrar inspiração em um cérebro pedindo descanso. E lá pelas tantas vejo depois que o post saiu cheio de erro de digitação, com palavras repetidas e às vezes até com umas ideias meio sem nexo. Os comentários então, me dá uma angústia de não conseguir responder a maioria (gente, quando forem dúvidas sobre receitas, mandem pro email contato@pitadinha.com que eu respondo mais rápido). Não sei como vocês ainda não me abandonaram, hahahaha.

Enquanto não descubro o segredo destas mamães brilhantes com mentes abençoadas, tentarei compensar na receita o que falta no texto, combinado? E esta é mais uma daquelas que não tem nada demais, mas tem. Basta dizer que eu fiz para o fim de semana e não durou nem uma manhã. E você pode adaptar váriossssss ingredientes, é só ficar atento na quantidade que não tem erro =)
  • 2 xícaras de farinha de arroz (pode ser a farinha de sua preferência)
  • 1 pitada de sal
  • 1 pitada de bicarbonato de sódio
  • 1 e 1/2  xícaras de açúcar mascavo (pode ser o açúcar que você quiser)
  • 3 ovos (se forem grandes, use 2)
  • 2/3 de xícara do óleo (de sua preferência) ou de manteiga derretida
  • 1/2 colher de chá de essência de baunilha
  • Coisinhas gostosas para misturar à massa. Usei: gotas de chocolate amargo (sem lactose), amoras (congeladas), amêndoas e avelãs mas poderia ser banana, maçã, castanha do pará, de caju, ou o chocolate que você quiser... O importante é que tudo isso junto não ultrapasse a medida de 1 xícara
  1. Forre uma assadeira média com papel manteiga e unte com manteiga
  2. Pré-aqueça o forno a 180º
  3. Em uma tigela peneire a farinha, o bicarbonato e o sal
  4. Junte as castanhas, misture e reserve
  5. Em uma tigela misture o óleocom o açúcar e os ovos
  6. Bata na batedeira em velocidade média por 5 minutos
  7. Acrescente a farinha, o bicarbonato e o sal, bata até misturar
  8. Polvilhe um pouco de farinha nas frutas e castanhas e depois envolva-as na massa com uma colher até distribuir bem
  9. Disponha na assadeira nivelando com uma colher e leve para assar por 20 min +/- ou até passar no teste do palito
  10. Retire da assadeira e corte em quadradinhos
Nem preciso dizer que o cafézinho pra acompanhar é obrigatório né? =)

14 de out de 2013

Enroladinho de frango na folha de couve


Sim, você pode almoçar o clássico dos clássicos das dietas: frango grelhado com salada. Mas você também pode dar caras diferentes para os mesmos ingredientes e fazer um prato de salada ficar parecendo um prato de pedreiro, o que facilita bastante a coisa.

Dia desses lembrei de duas receitinhas que já até foram postadas aqui, mas mudei um pouco o preparo e achei que era hora de um vale a pena ver de novo, já que pelo menos pra mim, a comida tem que ser bonita, tem que ser um convite. E ainda mais quando estamos na tpm desejando devorar uma lasanha quatro queijos vale fazer um capricho no prato, vale não? Porque nem só de frango grelhado e salada vive a mulher de dieta. Seguinte:
  1. Prepare um creminho de frango: frango desfiado+cenoura ralada+espinafre refogadinho+sal e pimenta à gosto+requeijão/cottage/iogurte/cream cheese - você escolhe
  2. Lave bem as folhas de couve e corte ao meio, retirando o talo (congele os talos e use em uma sopinha!)
  3. Coloque o creminho de frango no centro da folha e enrole como se fosse uma panqueca
  4. Só. Cabou o trabalho. Pode almoçar feliz da vida.
É claro que o recheio pode ser do que você quiser. Mas vale dizer que a praticidade do meu recheio foi porque eu já tinha tudo pronto na geladeira: o frango cozido e já desfiado, a cenoura descascada e ralada and o espinafre refogadinho. Sem essas coisinhas prontas na minha geladeira eu não vivo mais!

Daí pra acompanhar fui de abobrinha grelhada, minha paixão do momento (é só cortar, colocar pra grelhar na frigideira com um fio de azeite + sal e pimenta) e arroz de couve-flor. Este arroz eu vi pela primeira vez no Panelinha, da Rita Lobo, mas rolava um refogado e tal. Hoje eu preparo assim: cozinho o couve-flor com um pouco de sal até ficar al dente, escorro bem em uma peneira, depois passo no processador apenas dando pulsar até ficar parecendo arroz. Sempre gosto de colocar junto um pouco de salsinha e um fio de azeite. Já sai do processador prontinho pra servir e pode fazer pra semana e deixar na geladeira. Se você não tem processador, pode picar pequenininho na faca mesmo.


Se você me desse um prato desse pra almoçar há um ano é bem possível que eu não achasse muito convidativo, mas hoje eu não trocaria uma coisa linda dessa por uma lasanha quatro queijos nem muerta. Às vezes nem eu acredito no quanto meu paladar mudou, gente. Todo mundo pode se reeducar, né? Ainda bem =)

Bjus e boa semana!




11 de out de 2013

Hot dog no pão de fôrma


Não que hot dog seja uma coisa complicada de fazer, mas ó, amei a praticidade desta versão! O pão fica crocante e a salsicha no ponto. Dá pra fazer de véspera, guardar num pote bem fechado - e grande - na geladeira, e na hora de servir é só botar no forno. Fora que o queijinho derretido com catchup, hummmm, fica super cremoso. 

Amanhã, dia das crianças, já liberei Nanda pra comer o que ela quiser, e este hot dog já tá no menu =) Olha só o que você precisa pra fazer:
  • 500g de salsicha (aproximadamente 10 unidades)
  • Pão de fôrma
  • Queijo mussarela fatiado (ou outro de sua preferência)
  • Catchup Tambaú à gosto
  • Azeite e orégano para finalizar
  1. Passe o rolo de macarrão sobre as fatias de pão até ficarem bem fininhas (se não tiver rolo de macarrão pode usar uma garrafa ou copo de requeijão)
  2. Faça uma camada de catchup e espalhe bem
  3. Coloque a fatia de queijo
  4. Posicione a salsicha no sentido transversal
  5. Puxe as pontinhas do pão e prenda com o palito de dente
  6. Regue com um fio de azeite, polvilhe um pouco de orégano
  7. Leve ao forno pré-aquecido a 180º por 10 minutos ou até que o queijo esteja derretido e o pão esteja crocante


Depois de assado pode retirar o palito pra não correr o risco de algum pequeno se machucar. O pão continua no formato enroladinho =) 

Gostaram? E quem aí vai aproveitar o dia de amanhã pra levar as crias pra correr, rolar na grama e se sujar, sem pressa e sem frescura? #euvou 

Bom feriado, gente!

*Este post é um publieditorial.

8 de out de 2013

Muffin de espinafre e uma mãe surtada

Quando foi que eu surtei? Não consigo lembrar...
E também não lembro onde foi parar aquela pessoa leve, flexível, desprogramada. Acho que é a idade. Ou a responsa de educar duas pessoas. Provavelmente as duas coisas. Quando eu paro e penso que são memórias sendo construídas, caráter sendo formado, referências sendo firmadas ali, naqueles dois coraçõezinhos... Pesa, viu? Só que por mais que a gente faça, arrisque, experimente, tente, tente de novo, e mais uma vez, e perca a paciência, e dê uns gritos, e peça desculpa, e durma pensando: "amanhã terei mais paciência" ou "amanhã eu vou brincar mais com eles", ser mãe é mesmo esse exercício de querer muito acertar, mas sempre errando. 

E daí no meio da manhã insana entre tentar dar papinha pro menor que de uma hora pra outra resolveu que não quer mais comer nada enquanto respondo pela 4780497ª vez pra mais velha que ela não pode ir brincar sozinha lá fora, lá vem a fome. E a fome, vocês sabem, é uma coisa que dói.

Então resolvi acabar com esses momentos de desespero e deixar meus lanchinhos da semana programadinhos. De manhã eu como uma fruta (geralmente uma maçã) + duas castanhas do pará. E para o lanche da tarde, que é quando eu sinto mais fome, fiz estes muffins super fáceis e com essa cor leanda!


Ó a receita:
  • 5 ovos
  • 1 xícara de farelo de aveia
  • 2 xícaras de espinafre lavadinho e picado grosseiramente (com talo e tudo)
  • Sal à gosto
  • 1 colher de chá de fermento em pó

  1. Bata tudo no liquidificador
  2. Transfira para fôrminhas de muffin ou empada untadas enfarinhadas (como usei de silicone, não precisou) - rende de 10 a 12 unidades
  3. Asse em forno pré-aquecido a 180 graus ou até passar no teste do palito
Pode congelar e para consumir é só deixar por 1 hora em temperatura ambiente. Eu deixo na geladeira mesmo e como um ou dois por lanchinho, dependendo da fome. Esquento uns segundinhos no microondas, hummm, com um café ou chá de hibisco então, fica perfeito!

Pode utilizar outros ingredientes também e variar a cor: beterraba, cenoura, couve... Ah e colocar um pouquinho de manjericão fresco ou alecrim, imagina o perfume? 

Se seu filho não vira a cara pra tudo o que é verde, que nem minha, pode até funcionar como um lanchinho pra escola né não? =)

4 de out de 2013

Pizza de micro-ondas

Gente, o micro-ondas tá bombando aqui em casa! Seja para as receitas da dieta ou para as jacas do fim de semana, nosso amigo sempre está pronto pra facilitar a nossa vida né? Esta pizza é mais uma receita da série Sabores Passo a passo do canal da Tambaú e fica pronta em alguns minutinhos...



Rende uma pizza média, tá gente! Serve duas pessoas tranquilamente. Se seu micro-ondas for grande, pode dobrar a receita e fazer uma pizza maior. Ah, e pode usar farinha integral também =)

Bom final de semana!

2 de out de 2013

Bolo de gengibre


Bolo é que nem roupa. Existe um pra cada ocasião. Bolo de festa de aniversário, bolo de comer no fim da tarde com café, bolo de casamento, bolo pra lancheira do filhote, bolo pra levar pro piquenique. Este bolo eu diria que não se enquadra em nenhuma destas categorias. Ele é um bolo pra quando você quer se surpreender. Pra dar de presente ao seu paladar, já viciado nos bolos de chocolate da vida, uma experiência nova e deliciosa. 

Fiz algumas adaptações na receita original que vi no La Cucinetta, e ele acabou se tornando uma opção sem glúten e sem lactose, mas com açúcar - nem tudo é perfeito. Cobri com uma colherada generosa de geleia caseira de morango que acho não, tenho certeza, que nasceu para este fim. Casamento perfeito, receita aprovada, foto tirada (de celular, sorry), tinha que virar post, né não?
  • 1 gengibre fresco de 115g (mais ou menos do tamanho de uma banana média) descascado e bem picadinho (bati no processador)
  • 1 xícara de melaço (usei melaço de alfarroba, mas na receita original leva o melaço de cana e arrisco dizer que dá pra fazer com mel também)
  • 1 xícara de açúcar (usei o mascavo)
  • 1 xícara de óleo
  • 2 e 1/2 xícara de farinha arroz (pode ser de trigo branca ou integral)
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 xícara de água
  • 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
  • 3 ovos
  1. Em uma tigela grande misture com o batedor o melaço com o açúcar e o óleo
  2. Ferva a água em uma panelinha, dissolva o bicarbonato na água fervente e adicione à mistura da tigela até incorporar
  3. Acrescente o gengibre picadinho e misture
  4. Vá peneirando a farinha aos poucos e misture, acrescente os ovos por último
  5. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180 graus em fôrma untada e enfarinhada por +/- 1 hora ou até passar no teste do palito (no meu forno foram 45 min, fique de olho)
  6. Espere esfriar completamente para desenformar (como ele é um bolo úmido, sugiro usar fôrma de fundo removível com papel manteiga untado no fundo, facilita bastante a hora de desenformar)
Está proibido comer uma fatia deste bolo sem uma xícara de café ou chá pra acompanhar. 

Apenas me obedeçam =)
Related Posts with Thumbnails