6 de dez de 2013

Pirarucu de Casaca

Da última vez que minha mãe veio nos visitar eu implorei, pedi, fiz chantagem e tudo pra ela trazer 1kg de pirarucu seco (que lembra o bacalhau, só que mais gostoso, desculpa) pra gente preparar este prato. Pode ter um nome bem esquisito pra quem não é do norte, mas é um dos pratos mais deliciosos que já comi na vida e é coisa phyna, tá? Pra se comer em ocasiões especiais, como por exemplo, as festas de fim de ano. É um pouquinho trabalhoso, e a maioria dos ingredientes só se encontra lá na terrinha, mas não podia deixar de postar aqui, já que tenho tantos conterrâneos me visitando todos os dias no blog. 

A receita é da minha mãe, e foi ela quem preparou tudo, eu fiquei só nas fotas, que inclusive, me fizeram salivar de novo enquanto preparava o post... 

  • 1 Kg de pirarucu seco
  • 500 gr de farinha do Uarini (um tipo de farinha amarelada e redondinha)
  • 300 ml de leite de coco
  • 1/2 xícara de azeite
  • 1 cebola
  • 1 pimentão
  • 1 tomate
  • 1 maço de cheiro verde
  • 1 xícara (chá) de seleta de legumes
  • 1/2 xícara de azeitonas sem sementes picadas
  • 4 bananas pacovã (em Manaus a banana pacovã é a banana comprida, ou banana da terra, aquela grandona), cortadas no sentido do comprimento e fritas em óleo quente
  • 4 ovos cozidos e fatiados
  1. Coloque o pirarucu de molho de véspera, trocando a água umas três vezes
  2. No dia seguinte leve o pirarucu ao forno com um fio de azeite para assar por 20 minutos
  3. Espere esfriar e desfie em lascas
  4. Misture a cebola, o pimentão, o tomate e o cheiro verde picados, a seleta de legumes e as azeitonas
  5. Acerte o sal, coloque um pouco de azeite, misture bem e reserve
  6. Misture a farinha com o leite de coco, fazendo uma farofa úmida
  7. Junte o pirarucu, misturando bem
  8. Para o montagem do prato: coloque uma porção da farofa de pirarucu alternando as camadas com as bananas fritas e os ovos fatiados, terminando com as bananas
  9. Leve ao forno por cerca de 30 minutos e sirva com arroz branco
Essa quantidade rende MUITO, tá?! Muito mesmo, enchemos dois refratários, então é ideal pra fazer pra muita gente. Quem for visitar Manaus não deixe de provar!!! E quem mora aí e nunca se atreveu a fazer, dá pra ver que apesar de ter várias etapas não é nada complicado, né? Que tal se arriscar neste fim de ano e preparar pra sua família? Daí vocês aproveitam e mandam um pouquinho pra mim =)

6 comentários:

  1. Parece delicioso. Adoro essas receitas típicas. Pode continuar postando!! Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Foi um prazer e uma honra cozinhar para o pitadinha.......o prato é simplesmente delicioso!

    ResponderExcluir
  3. Prato preferido do mundo todinho!.. Só divide meu coração com o escondidinho de carne seca.
    Ju, já pensei em fazer o prato com carne moída. Será que funciona? Digo isso, porque amo carne com banana e farinha amarela. Só tenho dúvidas em razão do leite de coco.

    ResponderExcluir
  4. Gente, a farofa de manteiga feita com essa farinha é tudo na vida!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Qdo morei em Maceió tive uma vizinha paraense e ela me convidava para cada refeicao maravilhosa!!!!!! A mae dela sempre mandava comidas típicas, as patinhas de carangueijo... incríveis!!!! Ai ai, aguei muito a boca por aqui :)

    ResponderExcluir
  5. Eu só não uso a seleta, uso só a ervilha mesmo, não uso o tomate pq acho que acelera o processo de azedar, e intercalo rodelas de batatas fritas com rodelas de bananas fritas (receita do próprio pacote da farinha) mas o prato é praticamente assim, e eu amooooo. Às vezes tiro um ou outro ingrediente, faço uma versão com restrições orçamentárias, e dá pra chamar de pirarucu de colete...kkk bjs

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails