14 de out de 2013

Enroladinho de frango na folha de couve


Sim, você pode almoçar o clássico dos clássicos das dietas: frango grelhado com salada. Mas você também pode dar caras diferentes para os mesmos ingredientes e fazer um prato de salada ficar parecendo um prato de pedreiro, o que facilita bastante a coisa.

Dia desses lembrei de duas receitinhas que já até foram postadas aqui, mas mudei um pouco o preparo e achei que era hora de um vale a pena ver de novo, já que pelo menos pra mim, a comida tem que ser bonita, tem que ser um convite. E ainda mais quando estamos na tpm desejando devorar uma lasanha quatro queijos vale fazer um capricho no prato, vale não? Porque nem só de frango grelhado e salada vive a mulher de dieta. Seguinte:
  1. Prepare um creminho de frango: frango desfiado+cenoura ralada+espinafre refogadinho+sal e pimenta à gosto+requeijão/cottage/iogurte/cream cheese - você escolhe
  2. Lave bem as folhas de couve e corte ao meio, retirando o talo (congele os talos e use em uma sopinha!)
  3. Coloque o creminho de frango no centro da folha e enrole como se fosse uma panqueca
  4. Só. Cabou o trabalho. Pode almoçar feliz da vida.
É claro que o recheio pode ser do que você quiser. Mas vale dizer que a praticidade do meu recheio foi porque eu já tinha tudo pronto na geladeira: o frango cozido e já desfiado, a cenoura descascada e ralada and o espinafre refogadinho. Sem essas coisinhas prontas na minha geladeira eu não vivo mais!

Daí pra acompanhar fui de abobrinha grelhada, minha paixão do momento (é só cortar, colocar pra grelhar na frigideira com um fio de azeite + sal e pimenta) e arroz de couve-flor. Este arroz eu vi pela primeira vez no Panelinha, da Rita Lobo, mas rolava um refogado e tal. Hoje eu preparo assim: cozinho o couve-flor com um pouco de sal até ficar al dente, escorro bem em uma peneira, depois passo no processador apenas dando pulsar até ficar parecendo arroz. Sempre gosto de colocar junto um pouco de salsinha e um fio de azeite. Já sai do processador prontinho pra servir e pode fazer pra semana e deixar na geladeira. Se você não tem processador, pode picar pequenininho na faca mesmo.


Se você me desse um prato desse pra almoçar há um ano é bem possível que eu não achasse muito convidativo, mas hoje eu não trocaria uma coisa linda dessa por uma lasanha quatro queijos nem muerta. Às vezes nem eu acredito no quanto meu paladar mudou, gente. Todo mundo pode se reeducar, né? Ainda bem =)

Bjus e boa semana!




3 comentários:

  1. Oi Ju, fiz o "arroz" ontem e trouxe hoje de marmita. Não tenho processador mas foi tranquilo picar na faca mesmo. Misturei com um restinho de bacalhau desfiado, ficou muito bom. Depois fiquei pensando que se juntasse um molhinho branco (light!!!!!) virava um "risoto" hehehehe. O melhor é que a aparência é realmente de arroz, engana bem o cérebro, eu até hesitei de botar na mesma marmita aquelas batatas preguiçosas que vc ensinou (déli!) pra não juntar dois "carboidratos" depois lembrei que não era arroz de verdade hahahahaha.

    ResponderExcluir
  2. Oi Juliana,
    troquei o frango por um refogado de shitake + cenoura raladinha + espinafre + abobrinha ralada e ficou uma deli! ;)

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails