26 de nov de 2012

Rabada que desmancha


A gente é cheio de preconceito besta nessa vida né? Até quem se acha muito ~descoladinho~, se pensar bem, acaba encontrando resistências que às vezes são mesmo bem bobas. 
Lembro que por muito tempo eu não comia vatapá, não tomava açaí, por pura frescura, e hoje sou completamente apaixonada por ambos e salivo só de lembrar do vatapá da minha mãe, do açaí da minha terra...

Com a rabada era uma coisa meio assim: nunca tinha comido, mas já achava que não gostava. Até que um dia meu sogro nos levou pra tomar café da manhã, veja bem, num lugar chamado "Rabada do Bigode", em Caruaru. É um prato estilo pedreiro com rabada, charque, frango, arroz e cuscuz, que você come e passa o resto do dia sem fome e feliz da vida. Pode parecer estranho pra muita gente comer essas coisinhas ~leves~ no café da manhã, mas aprendi que pernambucano leva a sério a primeira refeição do dia, sabe? Eu ainda volto lá um dia com a câmera pra fazer um post, porque ó, merece.

A verdade foi que eu passei a gostar muito da tal da rabada e vivia com vontade de voltar lá, até que resolvi preparar eu mesma uma bela rabada, já que o marido também adora. Sábado acordei cedo, cheguei no açougue, escolhi a bicha, voltei pra casa e juntei na panela de pressão:
  • 1kg de rabo de boi em pedaços (pede pro açougueiro cortar)
  • 1 lata de tomate pelado
  • 1/2 cebola picada
  • 2 dentes de alho
  • 2 folhas de louro
  • Sal à gosto
  • 1 pimenta dedo de moça picada (sem semente)
  • 1/2 xícara de conhaque (pode ser vinho tinto, branco, cachaça, cerva, o que tiver)
  • Azeite/óleo pra refogar
  1. Tempere a carne com sal à gosto
  2. Aqueça o azeite na panela de pressão e doure os pedaços de rabo por cinco minutos
  3. Quanto estiver bem douradinho junte a cebola, o alho, a pimenta, o conhaque, o tomate pelado, misture tudo e complete com água até cobrir tudo (não pode passar de 2/3 da altura da panela, pra não ter perigo de explodir hein)
  4. Tampe a panela e assim que o barulhinho começar, abaixe o fogo e conte 1h
  5. Abra a panela, verifique o sal e caso necessário, deixe reduzir a quantidade de caldo
Eu não resisti quando vi o caldinho denso e delicioso que tinha se formado: retirei os pedaços de carne (porque ela já estava desmanchando) e aproveitei aquele sabor todo pra cozinhar cenoura, batata e chuchu. Depois juntei tudo de novo e finalizei com salsinha picada e pronto =)

Se eu matei minha vontade? Matei demais. Mas não vou mentir que bom mesmo foi ver o marido se acabando de comer e repetindo que foi a melhor que ele tinha experimentado na vida! 

#chupaBigode

31 comentários:

  1. A rabada mais deliciosa que já comi é a do meu pai. Ele pega esse caldinho fervendo e faz um pirãozinho com farinha. hummmm!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como não lembrei do pirão, Ivonete? Na próxima vez ele não vai faltar!

      Excluir
  2. Todo o post foi muito bom, mas o "gran finale" com #chupaBigode kkkkk! Morri de ri! Parabéns pela comida, Juliana. Deve ter ficado realmente muito boa. Não sou fã de carne vermelha, por isso não arrisco dizer que tentarei fazer a receita, mas quem sabe num dia mais rebelde eu lembre dela. Rsrsr! Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim, Deborha você passou esse tempo todo comendo carne vermelha aqui em casa e eu não sabia que vc não gostava!!!! Que gafe... Bjuuuu

      Excluir
  3. Oi Jú, tudo bem??

    Ontem aqui em casa teve RABADA!!! Uma delícia, minha mãe faz com mandioca, tipo vaca atolada,fica tudo de bom. Faz um dia e me conta. Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anotado, mandioca na próxima rabada =)

      Excluir
  4. Também gosto de fazer um pirão com o caldo, como fazemos o "cozido" com chambaril (Sou de Recife) e a rabada a gente faz aqui no mesmo jeito, com aquelas verdurinhas todas como quiabo, maxixe, jerimum... Mas babei nessa sua, acho que vou fazer uma assim essa semana.

    ResponderExcluir
  5. Sou filha de baianos e cresci comendo rabada,maxixe,lingua de boi,quiabo e coração de boi e sarapatel e muitas outras comidas maravilhosas.Gostei muito do seu cantinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neri, ainda estou vencendo aos poucos meus preconceitos, língua ainda não tentei fazer, mas preciso!

      Excluir
  6. Olá! Amo rabada! Parabéns pela receita!
    bjo

    www.menucriativo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Acredita que eu nunca comi rabada...
    Mais do jeito que vc fez me deu agua na boca :D

    Beijos Ju !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, tá esperando o que pra provar??? Bjus!

      Excluir
  8. Ahahahaha
    Estou rindo horrores aqui!!! (#chupaBigode) kkkk
    Moro em Caruaru! E adivinha o que às vezes compro para o almoço? "A Rabada do Bigode!". Aqui na cidade várias pessoas 'terminam a festa no início da manhã' (como o São João por ex.), comendo esse prato! Farram a noite inteira e depois passam em Bigode para comer e aguentar o dia!
    Eu também torcia o nariz para a Rabada, mas me rendi quando uma amiga do trabalho me fez provar (ela comprava marmita em Bigode e almoçava no trabalho), desde então, vez outra eu passo lá e compro umas marmitas!
    Amei o post!
    Beijos
    Rosi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, que legallll, então você sabe do que eu tô falando né? Eu ainda faço um post especial pro Bigode, amigo defé, irmão camarada, acho inclusive que ele devia abrir uma franquia aqui em Recife kkkk

      Excluir
  9. Ju,

    Adoro seu blog. Já fiz várias receitas, mas na correria do ia- dia ainda não tinha comentado. Sua receita de carne maluca é um sucesso aqui em casa. Vou fazer 1 ano de casada no próximo dia dez e sua receita de rabada caiu do céu. Sempre fui fresca pra comida e fui convencida pelo marido a provar rabada. Ele ama e acho que vai bacana fazer surpresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Bela escolha de menu pra fazer o marido feliz hahaha, depois me conta se deu certo! Bjus!

      Excluir
  10. Ju,

    Deu erro no meu comentário, acabei de falar que vou fazer essa receita para o marido. Só queria agradecer e deixar um abraço !

    Flavia Vaz.

    ResponderExcluir
  11. Humm... essa será testada com certeza!!! Quando morava em Recife sempre comia rabada no café da manhã do mercado da Madalena... que saudade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Café da manhã em Mercado: outra coisa que aprendi a amar aqui em Recife <3

      Excluir
  12. Caaara, sempre venho aqui, mas nao comento sempre (acho que ja disse isso tantas outras vezes), mas toda vez a diversão é garantida! Além das receitas serem óóóóóótiiiimas (já fiz vááárias) você escreve de um jeito, que envolve! Adoooro (professora de português tem dessas manias!!! rss) sempre acabo o post com uma risada, mas esse !! aahh, esse eu ri alto com o #chupabigode!

    Vc é sensacional!

    Beeeijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, o #chupaBigode fez sucesso, kkkkkkkkkkk, bjusss

      Excluir
  13. Teu posto veio a calhar com a conversa que tinha hoje no almoço.
    Fui provar rabada pela primeira vez na vida aqui em Curitiba, num clube japonês, acreditas? e amei !!! Hoje tava dizendo pro marido que quero voltar lá.
    Mas o meu 2 preconceito que não sei se vou quebrar é a tal da língua de boi, um dia eu arrisco, rs.

    ps. Morro de saudade do vatapá, do açaí não :x

    Bjão Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quel, apesar de morar hoje no nordeste, não vejo vatapá aqui como via em Manaus, tem dias que estou com a maior vontade de fazer um só pra matar a saudade...

      Excluir
  14. Engordei três quilos só de ler o relato/receita. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  15. Tô aqui babando, Ju! Amo rabada e a sua tá com uma cara ótima! Pro meu gosto só falta um agrião no final (que acabei de comprar no mercado e imediatamente lembrei do seu post;).
    Beijão!!

    ResponderExcluir
  16. Faltou o "quartinho" de cachaça pra acompanhar...Valeu! Vou tentar!

    ResponderExcluir
  17. Que tal usar o caldinho pra fazer uma polenta??? E não pode faltar o agrião!!! Parabéns pela receita!

    ResponderExcluir
  18. Pra quem prefere algo mais ligth (se é que é possivel...rsrsr) cozinhar por 1 hora o rabo na panela, com caldo de carne e temperos (pimenta-do-reino, sal, tomilho, sálvia, um pouquinho de coentro, manjericão). Deixar esfriar e colocar na geladeira até o dia seguinte. Quando retirar vai perceber uma grossa camada de gordura solidificada na superfície. Aí é só retirar com cuidado.

    ResponderExcluir
  19. Alguem sabe fazer miolo de boi amai tudo to fazendo agora a minha rabada.mas queria fazer miolo

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails