10 de ago de 2011

Mamma mia!
































Dia desses eu estava simplesmente um caco. Acho que se passasse um lixeiro e me visse, me jogava pra dentro do caminhão. Mas aí resolvi ir mesmo assim pra cozinha, por que né, é o vício. E sabe quando a coisa começa a fluir, você esquece o tempo e o cansaço, e quando você menos espera saiu uma coisa muito melhor do que a coisa que você tinha planejado? Nesse dia foi assim... ainda bem né, por que a quantidade de louça suja depois só me fazia querer chorar de desespero, mas valeu a pena, isso que importa.

Antes de passar pra receita, deixa eu só falar uma coisinha: juntar almôndegas com polenta pode parecer estranho em um primeiro momento, principalmente por que estamos acostumados a ver almôndegas servidas sempre com massas, e polenta com ragu, ou linguiça. Mas a polenta é um prato típico da culinária italiana, que conquistou o mundo inteiro por ser incrivelmente fácil de preparar e barata. Então por que não juntar tudo isso em um único prato?

Almôndegas recheadas com gorgonzola + polenta de pesto (para duas pessoas)

  • 500g de carne moída
  • 1 ovo
  • Sal e pimenta à gosto
  • Cubos de gorgonzola (pode ser o queijo de sua preferência)
  • Farinha de rosca pra dar o ponto
  • Molho de tomate de sua preferência
  1. Tempere a carne com sal e pimenta, incorpore o ovo e junte farinha de rosca até dar o ponto de modelar
  2. Faça discos na palma da mão, coloque o cubo de queijo no centro e feche, formando bolinhas
  3. Disponha as almôndegas em uma assadeira untada e regue com azeite, leve ao forno pré-aquecido a 180 enquanto prepara o molho de tomate (eu refoguei alho+alho poró+extrato de tomate+um pouco de caldo de carne)
  4. Quando o molho estiver pronto, transfira as almôndegas para a panela de molho e incorporte tudo, reserve
Para a polenta:

  • 3 xícaras de caldo de carne (eu usei caseiro, mas pode usar o de tabletinho diluído)
  • 1 xícara de farinha de milho
  • 3 colheres de sopa de molho pesto
  • Parmesão à gosto
  1. Acrescente a farinha de milho ao caldo de carne fervente, mexendo enquanto adiciona a farinha lentamente
  2. Cozinhe a polenta em fogo baixo, mexendo sempre como se fosse um brigadeiro
  3. Quando ela estiver começando a soltar do fundo da panela apague o fogo, junte o pesto e o parmesão e misture até incorporar

Então é só montar o prato: uma porção generosa de polenta (ainda quente tá), as almôndegas por cima com bastante molho de tomate e uma porção generosa de parmesão ralado pra finalizar...


































A polenta com o molho pesto fica uma coisa incrível, pra quem é apaixonado por esse molho tenho certeza que vai viciar. Eu faço logo um potão de pesto e deixo na geladeira, então pra mim é mão na roda mas... pode fazer sem também. Agora o caldo de carne caseiro sem dúvida faz toda a diferença, por isso sempre que você for fazer um cozido, coloque bastante água e lá pelas tantas retire o excesso, congele e use sempre que puder. Não há tabletinho que substitua o sabor, além de ser bem mais saudável, vale a pena.

Se seu pai curte comida italiana, que tal variar a macarronada e supreendê-lo com essa receita no domingo? O meu ia amar, né pai? Fica a dica :*

6 comentários:

  1. Juliana, eu amo polenta! Ontem fiz aquela Polenta gratinada caraaaca muito bom!!! Meu marido lambeu os dedos.
    Vou fazer essa tbm!

    ResponderExcluir
  2. assim você acaba comigo *.*

    meu pé de majericão vai sofrer uma baixa grande nas folhas =D

    ResponderExcluir
  3. Ai Ju que maldade essas fotos !!!! Babei aqui !!!!!!Hummm delicia pura !!:) Beijos! Tereza

    ResponderExcluir
  4. Que delícia !!!!!!
    Dá vontade de comer um pouco de tudo !!!!!!
    Amei seu blog !!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Não posso deixar de comentar...um espetáculo essa receita, será que consigo!

    ResponderExcluir
  6. Calaro que consegue, Cristina!

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails