26 de jul de 2011

Dica pra quem ama gastronomia



É interessante observar o quanto a comida tem sido discutida, relatada e retratada. Passo o dia inteiro acompanhando nas redes sociais centenas de pessoas que gostam de dividir com outras milhares de pessoas o que tem marcado presença na sua mesa, seja em bares e restaurantes, seja na sua própria cozinha. O termo comfort food veio com tudo e, pelo jeito, veio pra ficar. E assim, a cada dia, mais e mais pessoas, que antes nunca tinham fritado um ovo na vida, de repente se descobrem apaixonadas pela culinária.

E não poderia ser diferente mesmo: a cozinha tem esse poder de nos intrigar, nos desafiar e, ao mesmo tempo, nos acolher, nos realizar. Partir do nada com alguns ingredientes e uma ideia na cabeça, e ver aquilo tudo se transformando em algo novo, é uma delícia. Afinal de contas, é uma criação sua que está ali, encantando os olhos e presenteando o paladar dos seus: família, amigos ou clientes de seu restaurante. Aliás, não preciso pensar muito pra me dar conta do quanto a culinária mudou minha vida: por causa dela, comecei um blog, ganhei amigos e realizei trabalhos. E minha história se repete em rostos diferentes, situações diferentes, meios diferentes, mas com uma coisa em comum: a paixão pelo ato de cozinhar.

Certa vez, uma amiga me disse que eu tinha obrigação de abrir um restaurante, pra sair da esfera virtual e dividir tantas e tantas receitas no mundo real, concreto. Se um dia abrirei um restaurante não sei, mas que um dia eu vou fazer um curso de gastronomia... ah, eu vou.

E não dá pra pensar em um curso de gastronomia sem imaginar aquelas cozinhas maravilhosas e super equipadas. Afinal,  seria como aprender a dirigir sem carro ou a nadar sem piscina. Não dá, né? Por isso mesmo, pra fazer um bom curso, onde você vai passar alguns anos conhecendo as mais diversas culturas alimentares e técnicas de cocção, tem que ser em uma instituição que realmente valha a pena, que ofereça uma cozinha totalmente pensada para os seus alunos.

Aqui em Recife, temos o privilégio de ter o melhor curso de gastronomia do nordeste, ministrado pela faculdade Maurício de Nassau. Sem dúvida, trata-se de uma estrutura incomparável, que inclui atividades práticas em cozinhas pedagógicas,  laboratórios de  cozinha fria e quente, confeitaria e panificação, de demonstração e bar, além de laboratório de informática e acervo especializado na biblioteca da IES. O curso ainda prepara os alunos para gerenciarem negócios na área de gastronomia de forma rentável, com alto padrão de qualidade.

 Aliás, não é à toa que a Maurício de Nassau recebe a 3ª edição do grande reality show da enogastronomia: o evento Mesa ao Vivo, que é nada menos do que a produção de editorial para a revista Prazeres da Mesa diante dos nossos olhos. O tema da edição é “Mix de influências que enriquecem a cozinha pernambucana” e recebe chefs renomados, como Enrique Olivera (do restaurante Pujol, da Cidade do México), Alex Atala (do D.O.M.), Fabio Barbosa (do La Mar), Pier Paolo Picchi (do Picchi) e Julien Mercier.


Então, ainda em dúvida sobre onde fazer seu curso de gastronomia? Eu não tenho nenhuma.
Inscrições abertas!
Mais informações aqui.

Um comentário:

  1. E eu fiz esse curso,2 anos maravilhosos!!!:D

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails