19 de jan de 2011

Carne na cerveja com batatas ao murro


























Tem dias em que a gente quer caprichar no almoço (ou jantar) e quando abre a despensa, vê aquela tristeza...

Palma, palma, não priemos cânico! Esse menu é, além de simples de preparar, muito barato. Anota aí!

Para a carne (serve quatro pessoas):
  • 1Kg de patinho cortado em bifes
  • 1 pacote de creme de cebola
  • 1 caixa de 370g de molho de tomate
  • 1 latão de cerveja (473ml)
  • 1/2 cebola picada
  • 2 dentes de alho picado
  • Azeite para refogar
  1. Em um recipiente disponha os bifes e esfregue metade do creme de cebola em cada um, reserve
  2. Na panela de pressão, refogue a cebola e o alho
  3. Acrescente os bifes e refoque até ficarem levemente dourados
  4. Acrescente o molho de tomate, o restante do creme de cebola e a cerveja, misture bem
  5. Tampe a panela e deixe cozinhar por 30 minutos
  6. Verifique se a carne está cozida e acerte os temperos. Se desejar, acrescente mais sal


Para as batatas:
  • 12 (calcule 2 ou 3/pessoa) batatas-bolinha
  • Cebola cortada em anéis e alho picado à gosto
  • Sal grosso e temperos: tomilho, alecrim...
  • Azeite para refogar
  1. Faça uma caminha de sal grosso em uma assadeira que comporte a quantidade de batatas que você irá preparar
  2. Disponha as batatas e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus em uma assadeira coberta com papel alumínio por 30 minutos
  3. Retire do forno e espere esfriar completamente
  4. Sobre uma tábua ou superfície firme, disponha uma batata de cada vez utilizando a palma da mão para amassá-la com um "tapão" forte. Repita o processo até acabar as batatas
  5. Aqueça uma frigideira grande com o azeite e disponha as batatas, dourando os dois lados
  6. Acrescente a cebola e o alho até dourarem
  7. Tempere com as ervas e se preferir, adicione um pouquinho de sal (cuidado pra não salgar!)
Pra acompanhar eu servi arroz integral e uma saladinha de alface roxa, manjericão roxo e rúcula, temperadinha com sal, pimenta e um fiozinho de azeite e achei que os sabores ficaram super equilibrados. A carne fica com um molho bem encorpado, suculento, nhami!

Taí uma opção que agrada fácil fácil, sem nenhum drama (né, Daniana?). 

Se ficou alguma dúvida sobre o preparo da batata, assista a esse vídeo do Claude Toisgros (a dele é mais incrementada):



15 comentários:

  1. Que delicia de refeição!!esse molho ta mesmo cremoso...

    Bjokas,

    Rita

    ResponderExcluir
  2. Oi Juliana, que delícia! A carne deve ficar bem suculenta, hein?
    Copiada já :-)

    Abraços,
    Marcia

    ResponderExcluir
  3. Nhan! Comi com os olhos!! Parabéns pela receitinha, Ju!


    Beijo

    Eliane (Leituras de Eliane)

    ResponderExcluir
  4. Esse blog está me fazendo ganhar alguns kilos, rsrsrs... que receita deliciosa, já vou fazer essa semana mesmo.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. Eu acho muito engraçado o nome desta batata... coitadinha dela, leva um murro!!! Mas vá lá, se é para ela ficar deliciosa, que seja esmurrada não é!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Uma delícia... Ainda não usei cerveja nas carnes, mas ando curiosa quanto ao sabor.
    Como eu amo batatas, adorei essa sugestão.
    Abraços, Daniana
    http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Ô môpai, ver essas delícias em época de #dietacoletiva e depois de ter enfiado o pé na jaca é é até doloroso, viu!!
    O q é q eu faço com a minha salivação agora hem, Dª Pitadinha??? hem hem hem?? kkk

    Muito lindo o prato, frô!
    Xeros
    Paty

    ResponderExcluir
  8. Juliana que isso? Esse blog é cruel hein! As fotos dão agua na boca, que isso. Adorei! Já estou te seguindo! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Rita, vc tocou no ponto: o molho. É muito encorpado, uma delícia!

    Marcia, a carne fica super suculenta, a cerveja e a pressão se encarregam de todo o trabalho =)

    Eli, carta na manga pra jantarzinhos com amigos né?

    Izis, nem me fale... imagina vc minha dificuldade de emagrecer depois do blog. Né fácil não...

    Juju, pois é, fala-se em murro, mas na verdade é um tapa. Devia ser batatas esbofeteadas, que tal?

    Dani, a cerveja fica bem suave, ela só dá um toque, vc mal sente o gosto, já a cerveja preta fica mais marcante.

    Paty, faz que nem eu, passa a semana comendo direitinho e deixa essas extravagâncias pro domingão =) Até os nutricionistas indicam isso, viu...

    Na, seja bem vinda =) Que bom que gostou, mulher <3

    ResponderExcluir
  10. Olá!!! :)

    Tô com essa receita na cabeça há 2 semanas já, e decidi fazê-la hoje. Só tenho uma dúvida: quando você fala em "creme de cebola", você fala apenas do pó né? Não é preciso prepará-lo, apenas utilizar o pó direto do pacote?

    Obrigada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. É só o pó sim =) Não precisa preparar não!

    ResponderExcluir
  12. Tô aqui fazendo... o cheirinho na casa tá uma delícia.
    Todo mundo salivando... Kkkkk

    ResponderExcluir
  13. A minha não deu muito certo. A carne agarrou demais na panela e chegou a queimar no fundo. Acho que isso aconteceu por causa do creme de cebola que deixa o molho bem grosso. O meu molho acabou ficando com gosto de queimado. Fiz exatamente como manda a receita.

    ResponderExcluir
  14. Juliana, parabéns pelo blog. O descobri na semana passada, e na sexta testei essa receita. Ficou uma delícia! Mas descobri que as batatas não dão certo se não colocar um pouco de óleo junto, pra ir ao forno. Só sal grosso e papel-alumínio não deixam a batata macia. A carne ficou uma delícia, mas grudou um pouquinho no fundo. Não arranquei o fundo pra não dar gosto de queimado, aí funcionou. :) Ficou muito bom!!

    ResponderExcluir
  15. Juliana, adoro seu blog, já testei várias receitas. Me tira uma dúvida: não tenho panela de pressão, dá pra fazer na panela comum? Beijos

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails