21 de dez de 2010

Despretensiosamente delicioso


























Uma massa ao pesto e camarão ao alho e óleo. Parmesão pra coroar, claro!

Quem me conhece ou vem de vez em quando aqui no blog sabe como gosto de receber, de cozinhar pra quem vem na minha casa, de dar comidinhas de presente... Mas há dias (eles são raros) quando eu preciso fazer uma comida pra mim.

Sabe mulher que tira um dia pra ir ao salão de beleza fazer unha, cabelo, massagem...? Pois é. Quando quero me fazer um agrado, ao invés de ir ao salão, preparo uma comidinha assim, sem pensar no gosto alheio, nas necessidades nutricionais ou no quanto eu já repeti tal ingrediente naquela semana.

Esse macarrão não tem pretensão nenhuma. Não pretende ser chique, nem simples, nem fácil, nem difícil. A única pretensão dele era me fazer um carinho. Mas na sua cozinha a pretensão dele pode ser outra. E deve. Afinal uma receita pode até vir de alguém, mas na nossa panela ela ganha vida, alma, intenção e pretensão próprias. E que bom!

Para quatro pessoas:

  • 500g de camarão cru descascado
  • 250g de macarrão (você escolhe o tipo)
  • 4 ramos de manjericão (lave, retire as folhas, despreze os talos)
  • 4 ramos de coentro (lave, retire as folhas, despreze os talos)
  • 3 colheres de sopa de castanha de caju
  • 3/4 de xícara de azeite
  • 50g de parmesão
  • Alho amassado à gosto
  • 2 limões
  • Sal e pimenta a gosto
  1. Coloque os camarões para marinar no suco do limão com sal e pimenta do reino à gosto.
  2. Prepare a massa conforme as instruções da embalagem.
  3. Equanto isso, bata no processador ou no liquidificador: 1/2 xícara de azeite, o manjericão, o coentro, a castanha de caju e o parmesão.
  4. Escorra o macarrão e passe em água corrente imediatamente. Em seguida misture o molho que você preparou. Reserve.
  5. Na mesma panela onde você cozinhou o macarrão (que deve estar seca), aqueça o azeite restante (1/4 de xícara) e doure o alho amassado.
  6. Acrescente os camarões e mexa de vez em quando até que fiquem rosados.
  7. Junte o macarrão e mexa bem até incorporar o camarão por toda a massa.
  8. Salpique parmesão ralado e sirva.

Sem querer ser redundante, mas esse pesto não tem pretensão nenhuma de ser purista: ele leva coentro (pois eu tinha pouco manjericão) e, no lugar dos pinolis ou das nozes, castanha de caju. No lugar do pilão, o processador. E não usei alho, pois já teria o alho do camarão. E eu não inventei nada disso: gente muito mais criativa e experiente do que eu já tinha testado variações do molho pesto. E viva as invencionices! Sem elas, que chatice seria a vida hein?

6 comentários:

  1. Bom dia Juliana, pq se chama molho ao pesto?
    Bjs Jéssica

    ResponderExcluir
  2. Ai, deu água na boca! Ficou lindo esse prato!
    Quando via a foto, não imaginei que tinha o pesto. Preciso experimentar desta forma.

    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Ficou lindo!
    E com certeza, delicioso.
    Abraços, Daniana
    http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Jéssica, deculpa a demora: o molho pesto tem a ver com o verbo "pestare", que quer dizer esmagar, amassar, já que é feito originalmente no pilão, onde acontece esse "esmagamento". É um molho clássico italiano para massas.

    Jinmi, tu já sabe como é o pesto né? Aí é só jogar o camarão e correr pro abraço =)

    Dani, ficou sim! Bjus!

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    Fiz ontem com uma pequena mudança no molho: eu não tinha manjericão então usei somente coentro. Fica muito bom.
    Um dia eu faço com a mistura dos dois pra comparar.

    []s
    Mauro

    ResponderExcluir
  6. Menina, fiquei de água na boca (quase babando literalmente) só de ler seu blog.
    Agora não saio mais daqui.... rs
    Um grande abraço.
    Ailton.

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails