8 de ago de 2010

Menu do dia dos pais

A criatura devia ter colocado um post desse ANTES do dia dos pais, né, pelo menos é o que se espera de um blog decente.

Mas enfim, a atrasilda aqui veio postar a receita que fez no domingão pra comemorar o primeiro dia dos pais do meu marido, ocasião que pedia algo especial.

Durante a semana vi essa receita de Ensopado de carne ao vinho tinto e decidi fazê-la. Não me arrependi: o cheiro é maravilhoso enquanto tá cozinhando, a carne fica super macia, com um molho encorpado, sabe?

Decidimos que esta vai ser a receita de dia dos pais de todos os anos (tipo o cozido da dona Nenê da Grande Família).

Pra acompanhar o ensopado, fiz um Arroz de berinjela, que achei que combinou muito bem. Na sequência, as duas receitas:

(sim, atrás do prato é uma panela, eu COLOCO panela na mesa e daí? Ass: Menina malcriada)

Ensopado de carne ao vinho tinto

(meia receita e com alterações)
  • 500 de músculo
  • 500 ml de vinho tinto
  • 1 cenoura picada em rodelas
  • 1 cebola média cortada no sentido do comprimento em tiras finas
  • farinha de trigo para polvilhar
  • sal e pimenta do reino à gosto
  • 2 colheres de manteiga gelada
  1. Limpe a carne e corte em cubos médios
  2. Deixe por no mínimo duas e no máximo doze horas a carne de molho no vinho
  3. Retire a carne do vinho, escorra bem e passe na farinha de trigo (reserve o vinho)
  4. Aqueça um pouco de azeite numa panela e doure a carne de todos os lados
  5. Acrescente a cebola, refogue
  6. Junte o vinho + 1/2 xícara de água, abaixe o fogo e deixe a panela semi-tampada por 1 hora, mexendo de vez em quando
  7. Acrescente as cenouras cortadas em rodelas e deixe por mais 30 minutos
  8. Acerte sal, acrescente a pimenta e coloque a manteiga, misture bem

Arroz de berinjela

  • 1 berinjela
  • 1 cebola pequena cortada no sentido do comprimento em tiras finas
  • 10 azeitonas sem caroço e picadas
  • 1 xícara de arroz integral cozido (ou o arroz de sua preferência)
  • Sal
  • 2 colheres de sopa de azeite
Obs: a forma como desidratei as berinjelas é a mesma forma que faço para o antepasto, que aprendi num livro de culinária italiana e que não usa o forno, mas sal.
  1. Corte as berinjelas em rodelas e depois em tirinhas finas
  2. Em uma peneira, intercale camadas de berinjela e sal, até acabar. Deixe por no mínimo 1 hora: o sal vai "chupar" toda a água da berinjela
  3. Depois de 1 hora, lave muito bem as berinjelas sob água corrente, depois coloque em um pano de prato e aperte para que escorra toda a água, reserve
  4. Em uma panela aqueça o azeite e doure a cebola
  5. Junte a berinjela e refogue
  6. Acrescente as azeitonas e o arroz
Fica a dica pra quem quiser preparar um almoço ou jantar especial: são duas receitas que achei que fizeram bonito e de preparo fácil.

E pra quem ainda não conhece o famoso "Cozido do dia dos pais da dona Nenê", não perca o vídeo a seguir (saudades da Marilda...)



Boa semana gente, e muito obrigada pela sua audiência =)

7 comentários:

  1. Uhmmm! Salivei, Juliana!
    Tô aqui enrolando pra arrumar alguma coisa pra comer, mas depois dessa delícia vou largar de moleza e preparar alguma coisa.
    CERTAMENTE não uma coisa assim deliciosa, mas um arroz-com-feijão-e-bife, quem sabe? rsrsrs
    Parabéns, parece lindo!
    E panela na mesa é tudo de bom, a gente não se constrange de repetir! ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. ju, tuas receitas estao fazendo bonito!!! confesso que nunca cozinhei musculo, ainda mais que achava que ele precisava ficar horas no fogo pra amaciar, mas o teu esta tao lindo e nem aparenta esse trabalho todo...

    oh, chegou o livreto do sorteio!!! êeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

    amei, obrigadissima mesmo!
    bjos!

    ResponderExcluir
  3. Kkk, isso amiga, resoluta!
    Arroz com feijão e bife só perde pro arroz com feijão e ovo frito, na minha opinião =)
    O povo só acha bonito panela na mesa se for uma Le Creuset, mas nós amamos nossas Le Teflonê, Le Inoxê...

    ResponderExcluir
  4. Karla!!! Por onde andas, mocinha?
    Chegou, que bom! Gostou mesmo?
    Pois é, eu também tinha o pé atrás com o músculo, mas depois de 12 horas de molho no vinho e mais 1h e meia no fogo baixo, népossive né...

    ResponderExcluir
  5. Excelente suas receitas. Vou testar no próximo Dia dos Pais. Bjs. e Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Oi Ju, acabei de terminar essa receita, foi o jantar de domingo e posso te falar que todos aqui em casa simplesmente amaram... e a maciez dessa carne?!!! Delícia! Nem vou comentar a cara da riqueza do arroz, é mto mto e mto bom.
    No entanto, na hora de fazer o arroz me surgiu uma dúvida, pode ser tosca, mas aconteceu hehehe... bom é que fiquei sem saber se acrescento o arroz cozido ou deixo ele cozinhar com os outros ingredientes, apesar de a berinjela já estar pronta?
    =)

    ResponderExcluir
  7. Oi Nicolle! Ai essa carne é tudo de bom...
    Eu misturo a berinjela como arrox já cozido, nesse caso é mais indicado o parboilizado, ou como no que eu fiz, que foi integral, pois assim não vira gororoba :) que bom que vc gostou... Bjsss

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails