23 de ago de 2010

Aniversário à vista



Com o aniversário de 1 ano da Fernanda cada vez mais perto, começo a pensar sobre como vamos comemorar esse dia tão especial. E pretendo contar aqui como está sendo cada etapa, quem sabe tem alguém por aí procurando idéias como eu?

Como bem sabemos, as crianças aprendem a todo momento através de tudo o que elas vêem, ouvem, não vêem e não ouvem. Elas são ligadas em tudo. Por isso mesmo, o exemplo grita sempre mais alto do que todo blá blá blá que se possa gastar com elas.

O que é importante, o que é supérfluo, o que é prioridade... Sempre que você toma uma decisão, seus filhos estão olhando pra você e aprendendo através das suas escolhas. E planejar uma festa de aniversário não é diferente. Tenho pensando muito sobre isso...

Ainda não tenho os detalhes definidos, mas já tenho bem claro que:
  • As festas dos meus filhos serão para ELES e não para nós, os pais. Sendo assim, minha prioridade é agradá-los e a seus convidados, não aos meus
  • Quero propor um cardápio alternativo, com lanches saudáveis, deliciosos, nada muito radical, mas bem longe do mundo de açúcar refinado e gordura saturada das festas infantis que a gente costuma ir
  • Como eu sou pedagoga e meu marido adora crianças, estamos pensando em fazer uma espécie de gincana, uma brincadeira bem gostosa e educativa, pra que os pequenos se envolvam em algo significativo e útil e tenham um momento de integração saudável e divertido
Pra começar, comprei uma revista sobre festas infantis na esperança de ter alguma inspiração, mas foi em vão. Tudo o que consegui foi conhecer uma série de empresas que realizam todos os sonhos de exibicionismo dos pais que você possa imaginar. Ok, vamos pra internet...

Achei um blog muito legal chamado Mude o mundo com esse texto bastante inspirador: 

"Idéias para festas de aniversário conscientes

O site Birthdays Without Pressure foi criado por pais americanos cansados de toda a pressão – em cima das crianças e dos convidados – que é criada todos os anos por conta das festinhas de aniversário. Toneladas de presentes, muitos deles indesejados (por aqui está na moda fazer listinhas e deixar em lojas de brinquedos, como se fosse um casamento!), custos altíssimos de buffets, lembrancinhas, embalagens que vão para o lixo em segundos… nada contra querer dar para nossos filhos momentos e memórias especiais. Mas será que a ostentação é a única maneira de fazer isso? Será que não estamos condicionados demais?

Quando eu era criança, cada presente que eu ganhava de meus pais era especial. Um bonequinho do Rambo no Dia das Crianças durou anos e anos grudado na minha mão. Ele ganhava novos amigos somente duas ou três vezes por ano, e olhe lá. Hoje em dia, as crianças recebem muito mais brinquedos do que o que elas conseguem lidar, e aprendem desde pequenas a consumir mais do que necessitam, a ostentar ao invés de partilhar. Formar cidadãos mais conscientes hoje é uma das formas mais eficazes de tornar o amanhã melhor.
DICAS MUDE O MUNDO:

  • Dê mudas de árvores como lembrancinhas. Escreva com seu filho uma cartinha explicando o gesto. Além de ser superbarato, as crianças adoram e acabam aprendendo a preservar a natureza desde cedo
  • Seu filho provavelmente vai receber muitos presentes dos familiares. Que tal explicar que a festa com os amigos é pura diversão? Escreva no convite: Presença – Não presentes.
  • Outra idéia é sugerir que os convidados façam doações em nome de instituições de caridade, de preferência escolhidas junto com seu filho.
  • Avôs e avós adoram dar presentes. Sugira que todos dêem apenas um presente de uma vez, e que, se desejarem, depositem o dinheiro na aplicação financeira da criança.
  • Ensine seu filho a escrever notas (ou e-mails) de agradecimento. A celebração também é uma oportunidade de aprender sobre gratidão e generosidade."
Não é o máximo?

2 comentários:

  1. Como sempre, você arrasa, Ju!
    Sabia que você ia ter uma ideia muito legal e original pra comemorar o aniversário da Fernanda linda. Tenho certeza que essa festa vai ser um sucesso absoluto e que ela vai amar!
    Se há uma coisa que eu não entendo é festa de um ano cheeeeeeia de convidados na qual nem se vê direito a criança, que geralmente está meio incomodada pela presença de tantas pessoas de uma só vez e num lugar estranho ainda por cima.
    Sucesso, flor!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Obrigado por existir e que toda a felicidade do universo seja a benção de DEUS em sua vida, pois a superação das dificuldades é essa benção.

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails