13 de jul de 2010

Uma pequena promessa...

(pimenta de cheiro, manjericão, hortelã e alecrim - as primogênitas em vasos provisórios)

Já faz tempo que ensaio começar a minha hortinha e finalmente sábado encontrei minhas filhinhas numa barraquinha da feira, pedindo para serem adotadas. Eu achava que era muito complicado mas lendo e pesquisando sobre o assunto, descobri que não. -> Continue lendo

Ter uma horta em casa é maravilhoso por vários motivos, mas tem um que me surpreendeu: se você faz terapia, suspenda agora e vá pra casa fazer a sua hortinha (os psicólogos que não me ouçam). Gente, que delícia se sujar de terra, cuidar de um serzinho ali que está ávido por crescer e se desenvolver e você ser responsável por aquilo, regar, cuidar, nossa... adorei! Espero conseguir ensinar a Fernanda a gostar desde cedo de se envolver com essas coisas.

Bom, eu acho que nem preciso dizer que ter temperinhos fresquinhos a qualquer hora é o máximo né.
Eu tenho uma crise toda vez que compro manjericão, por exemplo. Na feira só se vende um maço muito maior do que eu consigo consumir, mesmo eu pedindo o menorzinho deles, ou pedindo só metade. Toda vez que compro ou faço imediatamente molho pesto, ou já sei que logo logo vai pro lixo. Então tendo um pezinho de manjericão em casa, eu uso só o que preciso, olha que máximo!

Ou por exemplo: eu amo tomate cereja, mas na minha feira é super difícil de achar. Então vou plantar um pezinho de tomate cereja, que dizem por aí, que "dá que nem água".

No sábado quando trouxe as mudinhas pra casa, elas estavam tão xoxinhas, mas impressionante como no dia seguinte, depois de uma boa regada e um banho de sol, elas mudaram o aspecto. E o manjericão crescendo vertiginosamente!

Pra montar a sua hortinha, você precisa de:
  • Uma área onde haja incidência de sol de pelo menos uma hora por dia (pode ser quintal, varanda ou janela)
  • As mudas ou sementes
  • Os vasos ou jardineiras
  • O substrato (pode ser comprado pronto, ou feito por você na proporção igual entre: terra preta, terra vegetal e húmus de minhoca - esses dois últimos eu comprei num supermercado)
  • Areia e pedrinhas pra fazer a drenagem dos vasos
A montagem deve ser nessa sequência:
  • Pedrinhas no fundo do vaso ou jardineira (previamente furados na parte de baixo para escoar a água)
  • Cobertura de areia
  • Substrato
  • Mudinha ou semente
Dicas importantes:
  • A hortelã deve sempre ficar separada das demais, pois ela é anti-social
  • Se tem alguma erva que você sabe que vai usar muito, plante-a num vaso grande e separado, pra ela dar conta de produzir o suficiente pro seu consumo
Eu ainda tenho sementes que vou plantar em jardineiras e passarei as mudinhas para vasos maiores, assim que conseguir mais terra preta.

(no sábado: as mudinhas, as jardineiras e as sementes: alface, espinafre, orégano, agrião e cebolinha)

Alguns links que consultei:

Horta em apartamento
O substrato
Como colher

3 comentários:

  1. Noooossa!!! Me incentivo demais viajando por esses blogs! Sofia é doida pra cuidar de plantinhas etc. Chega em casa todo dia e molha as plantinhas que ficam na garagem. Adora cuidar de umas plantinhas q estamos tentando ressucitar aqui em casa (rs) e tá louca pra plantar um girassol (eu tbm!).
    Quero fazer coisinhas desse tipo pq sei q fazem bem, mas tenho esse medinho de não saber cuidar, mas tô procurando me orientar pra fazer tudo certinho!
    Valeu as dicas!
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Que fofa a Sofia, Telma...
    Eu também tenho esse medo, mas vou tentar, espero que dê certo =)
    Bjinhos (eu amo girassol)

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela horta.
    Adoro plantar também.

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails