24 de mar de 2010

Cardápio - parte I

Coisas básicas a se fazer para agilizar o preparo das refeições:

1 - Cozinhar muito feijão (isso todo mundo faz, mas eu vou dizer como eu faço): Eu abro um pacote e jogo uma bacia com água e deixo passar a noite. No outro dia jogo o feijão com a água num panelão, duas folhas de louro, uma colher de sopa de sal e deixo cozinhar até o feijão ficar não muito mole. Dái é só colocar nos potinhos e colocar na freezer. Quando tenho no cardápio feijão para o outro dia, tiro na noite anterior o potinho, uns quinze minutos antes de comer eu coloco no fogo com uma colher de molho de tomate e uma colher de tempero pronto (que eu vou ensinar a fazer no próximo post). Aqui em casa já dura um mês o estoque de feijão congelado;

2 - Seleta de legumes: passei um sábado de escrava cozinhando no vapor cenoura, vagem e couve-flor (bastante). Juntei milho e ervilha em lata, misturei bem tudo, separei porçõezinhas, enrolei no papel filme e coloquei no freezer. Já fazem três semanas e meu estoque ainda não chegou na metade :D Uso refogando com arroz integral e shoyo (muito bom), faço torta de legumes (postarei a receita), enfim, infinitas possibilidades;

3 - De acordo com o cardápio, peço a quantidade das carnes e quando chego em casa, já separo as porções de cada dia cortadas e temperadas de acordo com os pratos. O frango por exemplo, já guardo dois potinhos com frango temperado e cortado em cubos (aqui a gente compra só o filé de peito), pego um peito e cozinho, desfio e já guardo porções pra duas semanas, etc;

4 - Aqui em casa a gente reduziu o consumo de carne vermelha, então faço assim: compro no açougue meio kg de carne moída, e preparo normal - refogo com os temperos - e na hora que a carne solta a água, jogo a proteína de soja. O rendimento é gigante, além de garantir uma refeição saudável e MUITO gostosa. Pra quem não gosta de proteína de soja, pode tentar que dá certo. Quem me ensinou a fazer desse jeito foi minha secretária, nunca mais fiz de outro jeito. O procedimento é o mesmo, guardo em potinhos e congelo. Pra não ficar repetitivo no cadápio da semana a gente come essa carne num dia como carne moída mesmo, e em outro dia como recheio de panquecas.

Pra o post num ficar gigante, mais tarde publico mais idéias.

5 comentários:

  1. Oi!!!!
    Vim correndo ver tuas dicas e essa estão ótimas!
    Gostei, principalmente, das dicas dos legumes. Preciso começar a colocar em prática já! :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou, Lidi, os legumes ficam tudo de bom =)
    Bjinhos e boa semana pra vc.

    ResponderExcluir
  3. Eu faço exatamente igual a vc em relação ao feijão. (só mudo o tempero)
    Legumes eu ainda não experimentei congelar. Não fica com muita agua depois que descongela?
    Aprendi com minha sogra que é japonesa a não mais congelar carne em potes plásticos (já percebeu que fica com gosto diferente?
    Eu quando chego do açougue separo 2 bifes(eu e meu esposo) e enrolo bem num filme plástico que não permite que os sucos da carne se espalhe.
    Faço isso com frango, filé e carne moida.
    Vou experimentar fazer os legumes como vc disse, mas no lugar de pote plástico, vou embrulhar em filme.
    Detalhe: embrulhar bem, bem mesmo. Tipo umas 5 voltas.
    Recomendo.

    ResponderExcluir
  4. oi td bem?adorei suas dicas...
    gostaria de saber se naquela receita sua de torta de legumes eu coloco as verduras ja cozidas e picadas posso colocar chuchu? cenoura?etc...
    bjss
    Jéh

    ResponderExcluir
  5. Olá Juju,
    seu site é muito bacana!!!
    Amei as dicas.E te darei uma : o verbo fazer quando usado para tempo é inflexível, ou seja, não vai para o plural. Então é : "Já faz três semanas...".
    Bjs! Sucesso.

    ResponderExcluir

Esta e outras receitas você encontra no www.pitadinha.com

Related Posts with Thumbnails