29/09/2014

Os cookies mais gostosos do mundo


Eu não tenho boas experiências com cookies. Eu sempre acho que ficam "comíveis", mas nunca na textura/tamanho perfeitos. Então não me arrisco muito. Olhei meio desconfiada para esta receita (que também é da Fernanda - Nanda, te amo!) mas ela era tão cheia de coisa boa, que mesmo que não conseguisse fazer cookies bonitinhos e crocantes, sabia que valia a pena arriscar. E que bom, viu! Pois eu nunca comi um cookie tão, mas tão, mas tão delicioso NA VIDA! Eu tive que me controlar pra não comer a fornada inteira de uma vez, pois ele é simplesmente irresistível! E a receita completa rende MOITO. Na próxima vez eu faço só metade, pois eles crescem bastante no forno e por isso a dica: deixe bastante espaço entre eles (esse aí da foto não foi suficiente, grudou um no outro). Eu adaptei um pouco, e ficou assim:
  • 1/2 xícara de castanha do Pará triturada
  • 1/2 xícara de farinha de arroz
  • 1 xícara de farinha de linhaça dourada
  • 1 xícara de farelo de aveia
  • 2 ovos
  • 1 e 1/2 xícara de açúcar mascavo
  • 1/2 xícara de manteiga derretida (para uma versão sem lactose, usar óleo de coco)
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 100g de chocolate amargo picado
  1. Misture os ingredientes secos em uma tigela e reserve (menos o chocolate)
  2. Bata os ingredientes líquidos no liquidificador por 5 minutos e misture aos ingredientes secos
  3. Misture o chocolate picado à massa e leve ao freezer por uns 20 minutos para firmar
  4. Forre uma assadeira com papel manteiga untado e distribua porções pequenas da massa
  5. Leve ao forno preaquecido a 180 graus por 15 a 20 minutos ou até que a borda do biscoito esteja firme e o centro ainda fofo 
  6. Espere esfriar e retire os cookies da assadeira, guarde em um recipiente hermeticamente fechado para que fiquem crocantes por mais tempo. Se bem que vão acabar rápido, vá por mim.


Para ser uma versão totalmente #glútenfree é preciso usar aveia sem glúten, que já existe hoje disponível no mercado. Ou tentar substituições por outras farinhas, coisa que não fiz e por isso não tenho como prever se interfere no resultado final. Mas quem quiser fazer o laboratório, fique à vontade! E depois volta e conta aqui pra gente =) Como aqui ninguém é intolerante, fiz apenas com a intenção de fazer os meninos comerem um lanchinho mais saudável - e quase que não sobra pra eles hahahahahaha.

26/09/2014

Sorvete caseiro de goiabada


Eu não sei vocês, mas quando chega a sexta-feira eu já fico pensando na sobremesa que vou deixar pronta pra ficar beliscando no fim de semana. Formiga eu? Que naaaada. Mas apesar de amar cozinhar, escolho sempre as receitas menos trabalhosas, porque né? Existe vida além da cozinha. Como sempre tem goiabada em casa, volta e meia ela vira estrela da receita. E de todos os sorvetes caseiros que já preparei, este sem dúvida foi o mais cremoso. Que textura!!! Não vira aquela pedra de gelo, sabe? Não importa quanto tempo fique no freezer, é fácil de servir. Amei! E como gordice pouca é bobagem, servi meu sorvete com bolo de milho :O 
  1. Bata os ingredientes no liquidificador
  2. Leve ao freezer de um dia para o outro
  3. Dica: Sirva com bolo de milho - usei esta receita aqui


Não disse que era facílimo? Quem não encontrar o Doce de Goiaba Cremoso pode usar a mesma quantidade de goiabada, sem problemas =)

24/09/2014

Bolo de banana e linhaça




Este bolo de banana lindo de viver é também uma opção perfeita pra matar a fome. Uma fatiazinha dele sustenta por horas! E não fique pensando "eca, linhaça" que você não vai nem notar a presença dela. A receita (adaptada) é da  Fernanda, uma cozinheira talentosíssima cheia de receitas naturebinhas que a gente ama:

  • 3 ovos
  • 1 xicara de açúcar demerara ou mascavo
  • 1/2 xícara de farinha de arroz
  • 1 xícara de farinha de linhaça dourada
  • 2 xícaras de farelo de aveia
  • 8 bananas
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco ou manteiga derretida
  • 1 copo de iogurte integral
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 1 colher de chá de canela em pó
  1. Disponha os ingredientes secos em uma tigela grande
  2. Bata no liquidificador os ovos com o óleo, o iogurte e 3 bananas 
  3. Corte as outras 5 bananas em fatias no sentido do comprimento
  4. Misture a parte líquida com os secos até ficar bem misturadinho
  5. Em uma fôrma de 22cm untada e enfarinhada faça camadas de massa intercalando com camadas de banana, reservando algumas para a ~cobertura~
  6. Finalize a última camada com bananas e polvilhe canela
  7. Leve ao forno preaquecido a 180 graus até passar no teste do palito (aqui foram uns 40 minutos)



E ele é um bolo grande! Então aqui em casa eu cortei as fatias e congelei pro marido levar de lanche pro trabalho durante a semana. É incrivelmente delicioso, úmido, e não é exageradamente doce. Já tô ali com um monte de maçã esperando pra virar bolo também, e ainda vou acrescentar um gengibre raladinho que tenho certeza que vai agregar valor ao nosso bolinho =)

22/09/2014

Cabôsse

Dorme quianço

Demorou. Eu não quis admitir. Pensei: "é só hoje". Mas... Pra quê fingir? É melhor encarar a realidade. Acabei de diagnosticar que entrei naquela fase conhecida por SOCORRO-MEU-FILHO-NÃO-DORME-MAIS-DE-DIA. 
O expediente que começa às 5:30h, segue até 20:00h sem intervalo. No máximo um cochilo de 20 minutos. Pra quem antes contava com uma bela dormida do pequeno pela manhã e com repeteco à tarde, tá osso! 
Cabôsse leiturinha no meio da tarde.
Cabôsse banho decente.
Cabôsse sanidade mental.
Cabôsse.

Beijos da terra da mãe surtada. 

19/09/2014

Espaguete com almôndega funcional



Servir uma refeição super nutritiva para a família pode significar, às vezes, ver algumas carinhas feias. E não é só criança que torce o nariz não. Tem muito marmanjo que também não come legumes e verduras de jeito nenhum, né? Eu sou a favor de comer brócolis com cara de brócolis, pepino com cara de pepino, massss... Confesso que tem horas que apelo para os truques e disfarces. Nesta macarronada, por exemplo, consegui fazer Nanda comer: linhaça, farelo de aveia, jerimum (abóbora), abobrinha, cebola e tomate sem reclamar. Isso não é maravilhoso, gente? Para a almôndega você vai precisar de:
  • 500 de frango moído (pode ser carne também)
  • 1/2 xícara de semente de linhaça triturada (usei a marrom, mas pode ser a dourada)
  • 1/2 xícara de farelo de aveia (ou quanto baste para dar o ponto)
  • 1 ovo
  • Sal e pimenta a gosto

  1. Misture o frango com os outros ingredientes, modele as almôndegas e distribua em uma assadeira levemente untada
  2. Leve ao forno máximo preaquecido até dourar (cerca de 15 minutos) - isso evita que elas desmanchem quando entrarem em contato com o molho
Para a massa:
  • 250 de Espaguete Fino Vitarella
  • 3 tomates
  • 2 xícaras de abobrinha picada
  • 2 xícaras de jerimum picado
  • 1 cebola picada
  • Salsinha a gosto
  • Sal e pimenta a gosto
  • Colorífico a gosto (opcional)
  1. Leve todos os ingredientes para o fogo baixo em uma panela semi tampada
  2. Mexa de vez em quando, e caso necessário, coloque um pouco de água para não grudar
  3. Quando todos os legumes estiverem cozidos e macios, desligue o fogo e transfira para o liquidificador - guarde o caldo que se formou durante o cozimento
  4. Bata tudo até ficar homogêneo e se preciso, utilize o caldo para deixar o molho mais fluido 
  5. Na panela, junte as almôndegas com o molho e deixe apurando em fogo baixo enquanto cozinha o Espaguete Fino Vitarella conforme as intruções da embalagem
  6. Sirva o espaguete com as almôndegas e polvilhe parmesão ralado. Esta receita serve 4 pessoas.


Eu não peneirei o molho, mas quem quiser pode peneirar. Caso queira o seu molho mais vermelhinho, é só usar o colorífico ou beterraba =)

A gente faz tudo pra ver a família comendo feliz né? Eu AMO cozinhar para filhos e marido. Mas também adoro reunir os amigos que adotei como família - e que me adotaram também - pra partilhar uma refeição. Tem a família da igreja que almoça junto todo domingo, e tem esta grande família virtual: VOCÊS! Que me visitam todos os dias, trocando, dividindo, e me ensinando tanto. #muitoamor

Apesar de estamos todos conectados através das redes sociais, agora ficou mais fácil organizar todo mundo: na campanha "Reúna suas famílias" a Vitarella criou um aplicativo que ajuda a identificar e integrar os membros de cada uma de nossas famílias. Eu já fui lá no www.reunasuasfamilias.com.br e criei as minhas. Tem até brasão, gente! #acheichique 
Quer se inspirar para reunir suas famílias neste fim de semana? Olha só que coisa mais linda: 


Agora é a sua vez de ir lá no www.reunasuasfamilias.com.br e criar a sua =)

17/09/2014

No quintal


Eu já estava me coçando pra ir visitar o No Quintal faz tempo. Semana passada peguei as crias em um dia de trégua da chuvarada e finalmente fui me apaixonar por esse lugarzinho. #muitoamor

Era quarta feira e tinha acabado de abrir, por isso a tranquilidade, mas o lugar costuma ficar beeeem mais cheio. Como definir? É um lugar lindo pra ir se tomar um café sozinha com um bom livro. É um lugar lindo pra ir com as crianças e deixá-las livres e soltas. É um lugar lindo pra ir conversar cazamiga. É um lugar lindo. Este post não é pago, nem fui convidada pra ir lá. Fui tirando foto de confiada mesmo e sinto muito pelo fato de minhas lentes amadoras não serem capazes de retratar fielmente tanta fofisse.

Bolo de chocolate no pote - cataploft!
Pão de queijo no palito com calda de doce de leite - não sabia se comia ou se ficava babando nessa apresentação tão caprichosa. Na dúvida, comi =)

O cardápio é um capítulo à parte. Imagine aí: bolo de farinha láctea, coxinha com maionese colorida, cheesecake de doce de leite na xícara.... Saí de lá rolando e sabendo que preciso voltar muitas vezes até provar o cardápio inteiro. Tudo o que provei estava muito gostoso, e mais que isso, você sente o cuidado e atenção posto em cada detalhe. Me senti em casa mesmo. Ou melhor, no quintal  =) 

Serviço:


Rua Dr. Seixas nº 48, Poço da Panela - Recife (do ladinho do Chá com Chita)
De quarta a domingo das 14:00 às 20:00
Tel: 081 3097-3042

*Só pra garantir: este post NÃO é um publieditorial.

15/09/2014

Bolo minhoca


Taí um projetinho culinário que não exige grandes habilidades confeiteirísticas e que as crianças vão amar fazer junto: bolo de minhoca!

Vi a foto há um tempão e dei o print. Daí dia desses Nanda viu ela no meio dos meus arquivos do celular e pediu pra gente fazer: "mamãe bora comprar os grigidientes pra fazer o bolo da minhoca?" - Claro que bora né?

Você pode preparar uma massa branca daquelas prontas mesmo. Eu fiz um bolinho branco básico:
  • 3 ovos
  • 1 xícara de açúcar
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 1 pitada de sal
  • 1/2 xícara de óleo
  • 1/2 xícara de leite
  1. Bate tudo no liquidificador e divide em porções para ser tingido
Daí eu tinha corantes em gel vermelho, azul e amarelo. Juntamos o azul com o amarelo pra fazer o verde e o amarelo e vermelho pra fazer laranja. Essa parte tem que ter cuidado e colocar o corante de pouquinho pois eles são fortes. Errei a mão no laranja que ficou parecendo um vermelho bem cheguei, mas tudo bem né? Depois foi dividir nas fôrminhas (obviamente  eu que coloquei a massa nas fôrminhas, e deixei a última pra pequena que estava se coçando de vontade). Enquanto mandei pro forno (por uns 25 minutos +/-) bati aquelas caixinhas de creme pra chantilly (que vende do supermercado) na batedeira e coloquei no saco de confeitar - que é totalmente dispensável. Você pode só passar com uma colher ou espátula, já que o objetivo é apenas servir de cola entre um bolinho e outro pra formar a minhoca.

Bolinhos assados e frios, é só colocar o chantilly e montar a minhoquinha. Para fazer a cabecinha eu colei duas jujubinhas e dois palitos, mas pode ser o que você quiser.

Fazer o bolo junto com as crianças faz uma bagunça danada, rola sujeira - e alguns gritos da mãe desesperada - mas no final eles ficam tão felizes com o resultado que vale a pena. Aqui foi o programa de um sábado chuvoso e posso falar? Se divertiram muito mais do que se tivessem ido nos ~gueimestation~ da vida.


Achei uma ideia massa pra quem faz festinha em casa. Já pensou se triplicar a receita e transformar a minhoca numa centopeia? #ideias

P.S.: É isso mesmo gente, o bolo tem açúcar, glúten, corantes artificiais e gordura trans. Não preciso nem dizer que é uma EXCEÇÃO aqui em casa né? :) 
Related Posts with Thumbnails