31 de jul de 2015

Torta de frutas vermelhas

 Morar em Recife e ter em casa blueberries, amoras e morangos fresquinhos é realmente um acontecimento. Quem mora aqui, sabe disso. Então me vi diante de um grande e delicioso dilema: o que fazer com ingredientes tão especiais? Não podia ser qualquer receita, tinha que ser uma receita MUITO especial. Resolvi fazer uma torta quente e incrivelmente leve. Esta massa é um coringão, serve para receitas doces e salgadas e é muito simples de preparar. De resto, é misturar os ingredientes do recheio e caprichar na decoração. Eu já havia preparado uma torta de maçã com a mesma massa. Então vou passar a receita com os dois recheios, assim quem não puder fazer com frutas vermelhas, faz com maçã e fica feliz do mesmo jeito =)

Para a massa:
  • 2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo (deixe por 30 minutos na geladeira para utilizá-la gelada)
  • 1/2 xícara de manteiga gelada
  • 2 colheres de sopa de açúcar (para usar em receitas salgadas, como um quiche, é só retirar o açúcar)
  • Água gelada quanto baste
  1. Misture a farinha com a manteiga e o açúcar até virar uma farofa
  2. Vá adicionando a água gelada aos poucos, uma colher de cada vez, até a massa soltar das mãos
  3. Enrole no plástico filme e leve para a geladeira por 30 minutos
  4. Divida a massa, abra uma parte e forre a assadeira
  5. Abra a outra parte da massa, e se quiser, faça o trançado sobre um pedaço de papel filme ou plástico (usei um tapetinho de silicone) - quem quiser aprender a fazer este trançado lindo assiste este vídeo aqui da Raiza
Para o recheio:
  • 200g de blueberries
  • 200g de amoras
  • 200g de morangos
  • 1 xícara de açúcar
  • 2 colheres de sopa de fécula de batata ou farinha de trigo
Ou:
  • 8 maçãs sem casca e cortada em pedaços grandes
  • 1/2 xícara de açúcar
  • 2 colheres de fécula de batata ou farinha de trigo
  • 1 colher de chá de canela
  1. Misture todos os ingredientes e distribua sobre a torta
  2. Posicione a "tampa" da torta com cuidado
  3. Pincele uma gema e polvilhe açúcar
  4. Leve ao forno preaquecido a 180 graus por 1 hora
  5. Sirva morninha com uma bola de sorvete, nhammmm
Eu confesso que me faltam palavras pra descrever O QUE É essa torta. A massa é muito leve, desmancha na boca. O recheio fica cremoso, e essa cor maravilhosa, gente? As texturas e os sabores simplesmente são perfeitos juntos. Façam, apenas façam. De maçã ou frutas vermelhas, você tem que provar esta torta uma vez na vida. Prometa! Ah, e o prato lindo é JO Decor, claro =)


Ai, ai... Suspiros eternos.

29 de jul de 2015

Filé de frango ao molho de mostarda

 É uma receita tão simples, mas tão simples, que nem é receita. Mas que sempre que preparo faz o maior sucesso. Não sei como ainda não tinha postado aqui. Não tem segredo nenhum e é um jeito delicioso de variar o franguinho do dia a dia. E quando falo dia a dia é mesmoooo, aliás, com o preço da carne tá rolando frango aqui de segunda a sexta. Mas não tem problema, a gente se vira nos trinta e ninguém reclama:
  • 1 peito de frango
  • Sal e pimenta a gosto
  • Suco de 2 limões 
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 2 colheres de sopa de mostarda Dijon ou 5 da mostarda comum
  • Azeite para grelhar
  1. Corte o peito de frango em filés e tempere com o suco de limão, sal e pimenta 
  2. Deixe marinando por no mínimo 30 minutos
  3. Aqueça uma frigideira com azeite
  4. Doure os filés dos dois lados
  5. Retire os filés da frigideira e reserve
  6. Na mesma frigideira misture a mostarda com o creme de leite e aproveite todo o sabor do frango, inclusive aqueles pedacinhos que ficam grudados na frigideira
  7. Deixe apurar por 2 minutos, acerte os temperos se necessário e sirva sobre o frango


 Quem não quiser fazer com creme de leite, usa creme de ricota ou até um requeijão cremoso que fica uma delícia também!

27 de jul de 2015

Mistura para waffle ou panqueca #lowcarb

  
Quando não tenho tempo de preparar meus pães, esta misturinha salva meu café da manhã. É muito fácil, rápida e versátil. Quem não tem máquina de waflle, sem mimimi: faz na frigideirinha e vira panqueca. Fica uma delícia com mel, requeijão, geleia, e aproveitei que o marido trouxe blueberries de viagem e coloquei um punhado na massa. Elas derretem e ficam ainda mais docinhas...

Prepare a mistura e mantenha em um pote bem fechado para dias de emergência: 8 colheres de sopa de coco ralado sem açúcar, 8 colheres de sopa de farinha de linhaça dourada, 8 colheres de sopa de parmesão ralado (quem não pode consumir lactose, pode substituir por farinha de amêndoas, de castanha, etc). Sempre nesta proporção.
  • 1 ovo
  • 2 colheres de mistura para waffle/panqueca
  • 1 colher de sopa de leite de coco ou iogurte
  • 1 colher de chá de fermento
  1. Misture bem os ingredientes com um garfo, por último o fermento
  2. Preaqueça uma frigideira pequena antiaderente ou a máquina de waffle
  3. Unte com um fiozinho de azeite/manteiga ou óleo de coco
  4. Distribua a massa e asse até ficar douradinha (no caso da panqueca, vire para dourar dos dois lados)



 Como não começar bem o dia com uma delícia dessas hein?

24 de jul de 2015

Bolo certo da vovó

  
 
Domingo, dia 26 de julho, é dia da vovó. Uma boa ocasião pra preparar uma receitinha do caderno da minha vó Nilza, escrita com sua letra, feito com um ingrediente "inusitado" e um que tem um nome tão singelo: "Bolo certo". Quando li o título da receita pensei que era daqueles bolos de nada, bolo branco, básico e simples. Mas ali no finalzinho da lista dos ingredientes tinha: "um copo de cerveja". Como assim, vó? Já fiz um bolo (da Nigella) que levava cerveja tipo Guiness, e é maravilhoso! Mas era mais um bolo de festa, cheio de pompa. Este não. Este tem cara de vó mesmo, e um cheirinho de pão enquanto assa que hummmm! A textura dele é diferente, meio pão de ló, meio pão feito em casa, sabe? E ó: receita baratinha e que rende um bolão! 
  •  3 ovos
  • 3 xícaras de açúcar
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 5 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 240ml de cerveja (ou 1 copo americano)
  1. Bata na batedeira as claras em neve e reserve
  2. Bata muito bem as gemas com a manteiga e o açúcar  
  3. Misture a farinha aos poucos, intercalando com a cerveja, misturando desta vez com uma colher
  4. Adicione as claras em neve e incorpore com cuidado
  5. Acrescente o fermento na massa, misture levemente e transfira para uma fôrma retangular (20 x 30 cm) untada e enfarinhada
  6. Leve ao forno preaquecido a 180 graus por cerca de 35 minutos ou até passar no teste do palito
Quem quiser fazer um mimo: corte corações em papel manteiga e posicione sobre cada fatia, peneire açúcar de confeiteiro e retire o coração de papel. O prato bailarina mais fofo do universo é da parceira JO Decor, e não tinha como combinar mais com a ocasião né não?

Quem ainda pode aproveitar os mimos, o carinho, o amor e os conselhos de suas avós, não desperdice nenhuma oportunidade. É um privilégio sem tamanho tê-las por perto. Minhas avós já se foram, mas cada uma delas, a seu modo, me influenciou muito mais do que elas pudessem imaginar. E, de alguma forma, me acompanham por onde vou, seja numa lembrança, seja numa receitinha como esta. Feliz dia, vovós lindas! E obrigada por adoçarem tanto a nossa vida :*





22 de jul de 2015

Doce de banana


Sempre que tenho bananas estragando penso em fazer um bolo. Desta vez, sei lá, resolvi que minha deliciosa solução para este problema seria um bonito e bronzeado doce de banana. Essa cor não é tudo!? Engraçado como ter um blog de receitas faz a gente olhar pra qualquer comida pensando na sua potencialidade de virar um post. Só que ninguém é capaz de criar receitas maravilhosas, incríveis e inéditas 3 vezes por semana -não se engane. Daí vivemos à caça de receitas pra vocês, kkkkkk. Só que não tem nada melhor que o prazer de simplesmente comer um prato por ser gostoso, ou porque deu vontade, ou porque era o que a gente queria comer, porque trás memórias boas... Como este doce por exemplo. Pra mim ele significou que minhas bananas não iam pro lixo. Fiquei feliz. Significou também que minhas hóspedes teriam uma sobremesa gostosa pra comer depois do almoço. Mas não resisti a esta cor, esse brilho. Não é nenhuma receita inédita, mas corri, peguei a câmera e plim: Virou post. Força do hábito, fazer o quê =)
  • 12 bananas prata bem maduras
  • 1 e 1/2 xícara de açúcar
  • 1 colher de chá de canela em pó (ou 1 pau de canela)
  • 1 colher de chá de cravo em pó (ou um punhado de cravos da índia)
  • 750ml de água
  1. Misture todos os ingredientes na panela, mexa de vez em quando
  2. Assim que levantar fervura baixe o fogo e cozinhe com a panela semi-tampada
  3. Continue mexendo de vez em quando para garantir que o doce não está grudando no fundo da panela
  4. Quando a banana estiver cozida e a calda avermelhada, o doce está pronto - aproximadamente 45 minutos



Sirva ele ainda morninho com uma bola de sorvete e... Se derreta de amores ;)

20 de jul de 2015

Cachorro quente dazamiga #Diadoamigo

Quando cheguei aqui em Recife, há seis anos, não conhecia ninguém e a Anna foi uma das primeiras pessoas que me ajudaram a me sentir em casa. Com aquele jeito dela toda despachada, sem frescura e sempre sorrindo. Desde o começo do blog sempre me ensinou, ajudou e acreditou. Ter o blog como meu trabalho hoje, inclusive, é em grande parte graças a ela, que apostou que eu daria conta e pagou pra ver. E isso me abriu muitas outras portas no futuro e eu nunca tive uma oportunidade de agradecê-la por isso. Então amiga, nada melhor que esse post pra dizer o quanto você foi e é lindamente especial para a minha pessoa #muitamor

E por isso mesmo hoje eu não estou sozinha na cozinha. Ela me deu a honra de invadir a sua casa pra fazermos duas coisas que amamos muito: cozinhar e comer =) E vou falar uma coisa: dividir a cozinha com alguém, pra mim, é coisa muito séria. Tem que ser mesmo com alguém que a gente ame e confie, que se sinta confortável pra trocar, dar pitaco, reinventar e finalmente, devorar tudo, kkkkk. Não poderia ser outra pessoa cozinhando comigo neste vídeo lindo e que nos divertimos tanto fazendo juntas. 

Eu e Anna preparamos um cachorro quente simplesmente e escandalosamente delicioso pra comemorar essa data especial. A receita, como sempre, é muito fácil. Quer conferir toda essa deliciosidade? Então aperta o play e assista nosso the-best-hot-dog eva:



Amiga muito obrigada por ter topado participar deste vídeo comigo. E JO Decor, obrigada também por ter deixado nosso cachorro quente delicioso ainda mais bonito com suas louças lindas =)

17 de jul de 2015

Milk Shake de Treloso

 
 
 
Férias é um misto de alívio da rotina corrida com "socorro, o que vou fazer com esses meninos em casa um mês e meio!!!???" Todo dia tem que ter programação, brincadeira, e... Lanchinho! E apesar de estarmos no período de inverno tem feito alguns lindos dias de sol, com aquele calorzinho que pede uma delícia geladinha, hummm! Pra uma solução prática e rápida: milk shake!
  1. Deixe o sorvete em temperatura ambiente por 10 minutos
  2. Bata no liquidificador o sorvete com o Amanteigado Treloso sabor Chocolate até obter uma mistura homogênea
  3. Coloque um pouco de calda de chocolate no fundo da taça antes de servir o milk shake e decore com alguns biscoitos triturados
Quem não quiser fazer com sorvete de creme pode fazer de chocolate, doce de leite, hummmm...
 
Related Posts with Thumbnails