1 de jul de 2016

Chilli



Os meninos estão passando férias na casa da avó. Ficamos eu, o caçula e o marido de férias em casa de modos que além de aproveitar pra descansar um pouco e fazer maratona de seriado, nossa principal e predileta atividade tem sido COMER! Então resolvi fazer uma panelada de chilli que é uma comida maravilhosa pois você literalmente joga tudo dentro da panela e plim, tá pronto =)
  • 250 gramas de feijão carioca
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1  colher de chá de chilli ou 1 pimenta dedo de moça picada (sem semente)
  • Azeite a gosto
  • 500 gramas de carne moída (patinho)
  • 1 Molho de Tomate Apimentado Tambaú
  • 1 colher de chá de curry
  • 1 colher de sopa de canela
  • 1 xícara de queijo muçarela ralado no ralo grosso
  • Sal a gosto
  1. Cozinhe o feijão na panela de pressão com água o suficiente para cobrir um dedo acima dos grãos por 30 minutos
  2. Refogue a cebola e o alho no azeite em uma panela e quando dourar acrescente a carne moída e a pimenta dedo de moça e misture bem
  3. Adicione os temperos o curry, a canela e o Molho de Tomate Apimentado Tambaú
  4. Bata no liquidificador 2/3 do feijão com a água do cozimento e misture com a carne moída
  5. Acerte o tempero e finalize com os feijões que não foram batidos e o queijo misturando bem
  6. Acerte o sal e sirva com tortilhas


Se quiser pode aproveitar aquele restinho de feijão que tá na geladeira! E se preferir um chilli menos "hot", é só diminuir a quantidade de pimenta pela metade ;)


28 de jun de 2016

Panqueca de coco e morango #lowcarb #glutenfree #lactofree



Vim apresentar pra vocês meu atual xodózinho do café da manhã aqui de casa. Essa panquequinha tem um poder maravilhoso de te deixar completamente saciada por horas!!! E é MUITO gostosa. Eu preparo na frigideirinha pequena pra ela ficar assim, gordinha, mas pode fazer na maior se quiser. Fica pronta super rápido, olha só:
  • 1 ovo
  • 3 colheres de sopa coco ralado fino sem açúcar
  • 1 colher de sopa de goma de tapioca
  • 10 gotinhas de stévia (ou o adoçante que você gosta de usar)
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • Fatias de morango a gosto
  1. Com um garfo misture bem o coco com o ovo, a goma de tapioca, a stévia e o fermento
  2. Aqueça a frigideira com um fiozinho de óleo de  coco (ou com o que você costuma usar em casa)
  3. Despeje a mistura e asse em fogo baixo
  4. Adicione as fatias de morango e então vire e asse do outro lado
  5. Sirva quentinha

Eu joguei um fiozinho de mel só pra foto mas não precisa de mais nada mesmo!! Quer dizer, precisa sim: daquele café quentinho =)

23 de jun de 2016

Bolinho de milho de micro-ondas #glutenfree #lactofree


Minha gente, de todos os bolinhos de micro-ondas que eu já fiz, este sem dúvida é o mais delicioso. Parece uma pamonha, sabe? Ele é cremosinho, nada de ficar borrachudo, amei!!! Tô aqui escrevendo e me controlando pra não ir fazer de novo de tão fácil e tão rápido que é =) Pra quem gosta de uma comidinha desta época do ano mas não quer sujar louça ou não tem muitos dotes culinários ou só quer matar uma vontade mesmo, ele é perfeito:
  • 1 ovo
  • 4 colheres de sopa de Leite de Coco Tambaú
  • 4 colheres de sopa de açúcar
  • 4 colheres de sopa de flocão ou fubá
  • 4 colheres de sopa de óleo
  • 4 colheres de sopa de milho em conserva (sem a água)
  • 1/2 colher de sopa de fermento em pó
  • Doce de Goiaba Cremoso Tambaú a gosto para a cobertura
  1. Bata no liquidificador todos os ingredientes do bolo
  2. Transfira para uma caneca ou outro recipiente que possa ir ao micro-ondas
  3. Asse no micro-ondas por 3 minutos na potência máxima (ou até que o palito saia sequinho)
  4. Desenforme com cuidado e cubra com o Doce de Goiaba Cremoso


Pra quem tem intolerância a glúten e lactose, a boa notícia: tá liberado!!!


17 de jun de 2016

Sweet and Saltines



Aqui em casa temos tentado manter uma alimentação levinha durante a semana e deixar os doces e gordices pra sábado e domingo. Isso é bom pois a gente fica esperando a semana toda pra comer aquele docinho preferido da família ou testar uma receita nova. E foi assim que contei os dias pra tentar fazer esta receita que minha amiga querida Leah me ensinou e que não sei se foi uma boa coisa ter aprendido, pois é tão fácil, tão rápido e TÃO MARAVILHOSO que quero comer todo dia e toda hora kkkkk.

Imagina misturar o salgadinho do cream cracker, uma camada de caramelo e por cima uma casquinha de chocolate meio amargo... Tem como isso tudo junto dar errado??? Confira comigo o passo a passo da felicidade:
  • 1 pacote de cream cracker
  • 1 xícara de manteiga
  • 1 xícara de açúcar mascavo
  • 1 barra de chocolate meio amargo picadinho
  1. Aqueça o forno no máximo
  2. Forre uma assadeira retangular com papel alumínio
  3. Distribua as cream cracker's forrando todo o fundo da fôrma
  4. Em uma panela derreta o açúcar mascavo com a manteiga e jogue sobre a camada de cream cracker
  5. Leve ao forno por 5 minutos ou apenas até o açúcar começar a borbulhar
  6. Retire do forno e imediatamente jogue o chocolate picado por cima e espalhe com uma espátula - ele vai derreter na mesma hora
  7. Leve ao freezer por 20 minutos
  8. Retire do freezer e quebre em pedaços
  9. Arrume em um prato, chame a família e devore tudo =)


Sabe aquela sobremesa pra fazer rapidinho antes de servir o almoço/jantar? Ah detalhe importante: tem que manter na geladeira tá. Bom final de semana!

14 de jun de 2016

Polenta com shitaki


Quem já teve um bebê novinho em casa sabe que as refeições viram uma verdadeira incógnita. Você nunca sabe se vai conseguir comer junto com todo mundo, ou se por acaso o bebê estiver dormindo e você começar a refeição, a qualquer momento pode ser que ele acorde e você precise parar tudo e ir acudir a cria. Domingo eu tive a doce ilusão de que poderia preparar um jantarzinho especial pra eu e o maridón, afinal, era dia dos namorados. Servi a comida dos mais velhos, enchi a pança do bb de leite, e fui pra cozinha preparar esta receita que é super rapidinha e tem cara de comida de restaurante hohoho. 

Expectativa: o bebê ia dormir no colo do pai, colocaríamos ele no berço, os outros dois na cama e nós dois poderíamos terminar o dia apreciando uma comida quentinha, tomando uma taça de vinho...

Realidade: Pedro choramingou o tempo todo e eu jantei segurando ele com uma mão e o garfo na outra. 

Em outros tempos eu ficaria bem chatiada por meus planos não darem certo. Mas a esta altura do campeonato eu bem sabia que aquela cena da minha cabeça tinha zero chances de acontecer. Por isso nosso jantar foi exatamente como tinha que ser: gostoso, quentinho, com nossos rebentos ao nosso redor. Talvez o nosso grande problema seja alimentar expectativas irreais e deixar de apreciar o que nós temos hoje, ao alcance das nossas mãos. Às vezes a gente só aprende isso no terceiro filho =)

O fato é que esta quantidade da receita serve bem duas pessoas, é fácil e rápida de fazer e faz bonito que só. Aposto que você vai amar, comendo sozinho(a) ou acompanhado(a), ouvindo música romântica, pagode ou chorinho de nenê:

40 gramas de shitaki seco inteiro 
1 xícara de fubá
1/2 xícara de shoyo
1/2 cebola picada
Sal e pimenta a gosto
Água quente suficiente para cobrir os shitakes
Azeite para refogar
2 colheres de sopa de manteiga

Primeiro coloque o shitake na água quente para hidratar por pelo menos 30 minutos
Retire o shitake e reserve a água
Fatie os cogumelos em fatias finas, despreze o cabinho
Aqueça uma frigideira ou panela grande com azeite e refogue metade da cebola e as fatias de shitake
Adicione o shoyo, misture, tampe a panela e mantenha em fogo baixinho olhando o ponto de vez em quando, quando eles estiverem bem macios, pode apagar o fogo e adicionar 1 colher de sopa de manteiga
Coe a água onde os cogumelos estavam de molho e reserve 3 xícaras
Em uma panela refogue o resto da cebola picada e adicione o caldo de shitaki
Tempere a água com sal e pimenta a gosto e deixe ferver
Assim que levantar fervura adicione o fubá mexendo o tempo todo, mantenha em fogo baixo e cozinhe (mexendo sempre) até adquirir a consistência desejada: polenta mais molinha, mais durinha... Neste dia deixei mais mole mesmo, pois no prato, ao esfriar, ela endurece um pouquinho
Monte o prato como na foto: polenta em baixo, cogumelos em cima


Pensando bem, pagode não combina muito não, escolha outra coisa pra ouvir ok?

10 de jun de 2016

Pão caseiro


Já ensaiei comprar uma máquina de pão algumas vezes, mas quando penso que seria mais um trambolho pra acomodar na minha cozinha minúscula, desisto. Além do mais, fico pensando que engordaria uns 20 kg tendo pão quentinho assim, a qualquer hora à disposição. Melhor não. 

Então o jeito é arriscar uma receita aqui, outra ali, de preferência que seja à prova de erro, já que minha mão não é muito boa pra pães... E por isso AMEI esta receita! Ela é muito fácil e rápida, gente. E o pão continua fofinho no outro dia - o que pra mim é quase um milagre - além de render muitooo!
  • 500g de farinha de trigo
  • 1/4 de xícara de açúcar
  • 1/2 pacotinho de fermento biológico seco
  • 1 pitada generosa de sal
  • 1 xícara de leite
  • 1/4 de xícara de óleo
  • 1 ovo
  1. Em uma tigela misture os ingredientes secos (não coloque toda a farinha de uma vez, reserve 1/3 para o final)
  2. Adicione os ingredientes líquidos e misture bem
  3. Transfira para uma bancada enfarinhada e vá sovando e adicionando o resto da farinha aos poucos
  4. Quando a massa estiver soltando facilmente das mãos volte para a tigela, cubra com um pano e deixe crescer por 40 minutos a 1 hora
  5. Modele o pão como quiser, pincele uma gema e leve para assar em forno preaquecido a 180 graus por aproximadamente 15 minutos


Aqui eu recheei com queijo e presunto e polvilhei um pouco de parmesão (daquele de saquinho mesmo) em cima. Ficou maravilhosoooooooo!!!! Fazia muito tempo que não preparava um pão, e sempre fico com medo de não dar certo, mas ficou uma delícia! Achei uma receita pra vida \o/

8 de jun de 2016

Bolinho de chuva


Eu sei, eu sei... Eu sei que é fritura, que é muito açúcar, que tem glúten e etc etc etc... Mas gente, bolinho de chuva, poxa. É memória afetiva. É carboidrato do amor. Não dá pra deixar os meninos passarem a infância sem essa delícia. Só de vez em quando assim pode =)
  • 1 e 3/4 xic farinha 
  • 1/2 xícara açúcar 
  • 1/2 xícara leite 
  • 1 ovo 
  • 1 pitadinha de noz moscada 
  • 1 pitadinha de sal
  • 1 colher chá fermento
  1. Misture todos os ingredientes em uma tigela
  2. Aqueça uma panela com óleo bem quente
  3. Pegue uma porção da massa com uma colher de sobremesa e com cuidado empurre a massa utilizando outra colherinha no óleo
  4. Assim que os bolinhos estiverem bem douradinhos, retire e escorra em papel toalha
  5. Finalize polvilhando canela e açúcar
Eles ficam prontos muito rápido, por isso é bom controlar a temperatura do óleo e não fritar muitos de uma vez só pois se não ficar de olho queima mesmo! 


Já posso morrer em paz com a minha consciência: já tem receita de bolinho de chuva aqui no blog kkkkk #missãocumprida


Related Posts with Thumbnails